Servidora que faltou serviço para ir à Copa do Mundo será homenageada pela FPF

Ela terá seu nome na taça que será entregue a equipe campeã do Campeonato Paraense de Futebol Feminino

Redação Integrada

A Federação Paraense de Futebol (FPF) resolveu homenagear Iolanda Modesto Vilhena Torres, esposa do presidente da entidade, Adelcio Torres, colocando o nome dela no troféu que será entregue ao campeão paraense do futebol feminino de 2019. O jogo entre Remo e Esmac será no domingo, às 9h30, no Mangueirão, com ingresso a R$ 10. 

No entanto, a homenagem criou polêmica porque, além de ser esposa do presidente, ela também ficou conhecida como a funcionária que assinou o livro de ponto da Secretaria de Estado de Transporte (Setran), antes do prazo determinado, para viajar para a Rússia ao lado do marido. Ele foi convidado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para assistir aos jogos da Copa do Mundo de 2018. 

Na nota da FPF, a justificativa é pelo serviço que presta a entidade. Iolanda, além de dar nome ao troféu, também vai entregar a taça para a capitã do clube que vencer a competição.

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES