Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Vale Gás: quem recebe o benefício hoje? Confira o calendário desta quarta-feira (17/08)

O depósito desta quarta-feira (17/08) será para os beneficiários que tem o número do NIS com final 7

Maiza Santos

Os beneficiários do Vale Gás recebem, nesta quarta-feira (17/08), o valor de R$110, que garante o valor médio nacional do botijão de gás de 13 kg. A data do pagamento varia conforme o número final do Número de Inscrição Social (NIS), sem o dígito.

VEJA MAIS

Vale-Gás ou Auxílio Gás? Saiba qual é a diferença e qual é o valor dos benefícios
Auxílio Gás será pago entre os dias 9 e 22 deste mês de agosto com valor dobrado até dezembro

Vale-gás vai pagar valor médio do botijão inteiro até dezembro; entenda
Serão três meses em que o valor integral do botijão será pago, já que o pagamento do benefício é bimestral

Quem recebe o Auxílio Brasil nesta quarta-feira (17/08)?

O depósito desta quarta-feira será para os beneficiários que têm o número final do NIS em 7.

Confira o calendário completo:

  • NIS de final 1:  9 de agosto

  • NIS de final 2:  10 de agosto

  • NIS de final 3:  11 de agosto

  • NIS de final 4:  12 de agosto

  • NIS de final 5:  15 de agosto

  • NIS de final 6:  16 de agosto

  • NIS de final 7:  17 de agosto

  • NIS de final 8:  18 de agosto

  • NIS de final 9: 19 de agosto

  • NIS de final 0:  22 de agosto

Como sei o número final do NIS?

Se o número final é 123.456.789 – 0, o 0 será desconsiderado e o número final será o 9.

Qual é o valor do benefício Vale Gás?

O valor pago é de R$110, que garante o valor médio nacional do botijão de gás de 13 kg.

Onde posso receber o pagamento?

Em uma agência da Caixa Econômica ou pelo aplicativo Caixa Tem, em conta Poupança Social Digital.

Qual a documentação necessária para sacar os R$110?

Para sacar o benefício, basta levar os cartões e senhas.

Quem tem direito ao benefício?

Podem receber o auxílio do governo as seguintes famílias:

  • Inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário mínimo nacional (R$ 606);
  • Famílias que tenham entre seus membros residentes no mesmo domicílio quem receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC);
  • Famílias com mulheres vítimas de violência doméstica que estejam sob o monitoramento de medidas protetivas de urgência.

(Estagiária Maiza Santos, sob supervisão do editor executivo de OLiberal.com, Carlos Fellip)

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA