Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Pilotos e comissários anunciam greve a partir de segunda-feira (29)

Metade dos trabalhadores não vai voar a cada dia de paralisação

O Liberal

Os aeronautas, que incluem pilotos e comissários de bordo em aviões, anunciaram greve para a segunda-feira (29), depois de assembleia realizada nesta quarta (24) pelo SNA (Sindicato Nacional dos Aeronautas). As informações foram divulgadas por O Tempo.

De acordo com a decisão em assembleia, na segunda-feira, metade dos trabalhadores não vai voar. Na terça, os que estavam trabalhando param e as que haviam parado no dia anterior trabalham.

"As atividades consideradas serviços essenciais podem fazer greve, mas é preciso manter o serviço mínimo. Entendemos que manter 50% operando já atende ao pressuposto da legalidade", diz o presidente do sindicato, Ondino Dutra Cavalheiro Neto.

Entre as reivindicações dos trabalhadores, solicitam correção das perdas inflacionárias nos salários de dois anos e renovação na íntegra do texto vigente.

O presidente do sindicato afirma que os trabalhadores foram obrigados, durante a pandemia, a firmar acordos coletivos para suspensão de contratos, licenças não-remuneradas e redução de jornadas e salários.

"Além disso, desde o início das negociações, o Snea [Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias] não garantiu a manutenção das cláusulas atuais da convenção em caso de um novo acordo não ter sido fechado até a data-base da categoria, 1º de dezembro", diz o SNA.

"Nos últimos meses, enfrentamos falências, demissão em massa, dúvidas em relação ao futuro. Queremos pelo menos uma recomposição inflacionária", diz Dutra. "Mas vamos sair mais fortes do que entramos na crise. Representamos 7% do custo das empresas, e este ano quem vai determinar o nosso valor seremos nós."

Procurado, o Snea ainda não havia comentando a decisão dos aeronautas.

No dia 18 de novembro, o sindicato que representa as empresas disse em nota que após uma reunião com a entidade dos trabalhadores, o SNA declarou não haver uma contraproposta, mantendo a pauta inicial, fixada na recomposição integral do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) dos últimos 24 meses.

"As empresas aéreas, por meio do Snea, mantêm-se flexíveis com relação às negociações e continuam engajadas em encontrar a melhor solução para todos", disse a entidade na ocasião.

Palavras-chave

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA