Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Paraenses vão pagar mais caro para viajar neste carnaval, afirma Dieese

Passagens interestaduais subiram 5% em relação ao feriadão do ano passado

Camila Moreira

Mesmo com a recomendação das autoridades para que as famílias fiquem em casa, diante do avanço da segunda onda de covid-19 no Pará, pessoas que foram viajar para outros estados neste carnaval vão encontrar passagens mais caras. A confirmação é do novo estudo do Dieese Pará, divulgado ontem (11).

De acordo com as informações levantadas pelo Departamento, em pesquisa realizada na quarta e quinta-feira (10 e 11), o custo do transporte rodoviário interestadual aumentou cerca de 5% em relação ao carnaval do ano passado. Já as passagens intermunicipais não apresentaram reajuste oficial. A última alta autorizada pelo governo do Estado foi através da resolução da Arcon nº 06/2019, de 29 de novembro de 2019.

No caso especifico da linha urbana para Mosqueiro, gerenciada pela Prefeitura de Belém, as passagens também não tiveram reajustes nos últimos 12 meses, segundo o Dieese Pará. O último aumento foi em 31 de maio de 2019, quando o valor da passagem saltou de R$ 5,30 para R$ 5,80. O mesmo trajeto para a ilha é cobrado pela linha intermunicipal, operada pela Empresa Coopetpan, ao custo de R$ 12.

“Mesmo com os reflexos negativos da pandemia, o feriadão de Carnaval deste ano não será o mesmo que tradicionalmente conhecemos. Em todo o Brasil, a grande maioria dos estados e capitais já suspendeu ou estão cancelando os festejos, por conta das questões sanitárias de prevenção à covid-19. Belém, por exemplo, ainda aguarda uma definição da gestão municipal em relação a programação 2021”, afirma o texto.

De carro

Para quem vai pegar a estrada em carro particular, saindo ou chegando a Belém, os custos para viajar neste período também estão mais altos em comparação ao carnaval do ano passado, segundo o Dieese Pará.

Pesquisa do Departamento, com base em dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP), efetuada na semana passada, mostra que o litro da gasolina estava sendo comercializado em média, nos postos da capital paraense, a R$ 4,906, com preços variando entre R$ 4,679 e R$ 5,370. O litro do óleo diesel (S-10) estava custando em média R$ 4,158, com o menor valor encontrado de R$ 3,760 e o maior a R$ 4,690. Já o etanol estava sendo vendido a R$ 4,096, com menor preço a R$ 3,599 e o maior, R$ 4,690.

Veja os valores das passagens para os principais destinos no Pará:

- Abaetetuba: R$ 27

- Bragança: R$ 47,50

- Cametá: R$ 65,00 (com a travessia)

- Capanema: R$ 38

- Castanhal R$ 15,85

- Colares: R$ 25,50

- Curuçá, o preço da passagem esta custando R$ 30

- Marudá: R$ 37

- Mosqueiro: R$ 5,80 (linha urbana da Prefeitura de Belém) e R$ 12 (linha intermunicipal da Coopetran)

- Marabá: R$ 90;

- Salinas: R$ 47,50

- São Caetano de Odivelas: R$ 27,10

- Tucuruí: R$ 95 (diurno) e R$ 103 (noturno)

- Vigia: R$ 23,33.

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA