Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Iniciativa busca localizar potenciais beneficiários da Tarifa Social de Energia

Mais de 340 mil famílias estão aptas para receber os descontos na conta de luz

O Liberal

Com o objetivo de localizar os potenciais beneficiários do programa Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), que concede descontos na conta de luz, o governo do Estado, em parceria com a Equatorial Energia, assinam o Termo de Cooperação Técnica.

Os descontos variam de 10% até 65% da fatura. A Secretaria de Desenvolvimento Social irá disponibilizar os dados da sua base de cadastro para facilitar a procura pelos usuários que se encaixam nos critérios do Programa.

Para que mais pessoas sejam alcançadas, o processo deve funcionar de maneira assertiva para gerar mais economia para os municípios, segundo o presidente da Equatorial Pará, Marcos Almeida. “São 348 mil famílias que podem ter descontos e pagar uma conta mais barata, mas ainda não se cadastraram. Por isso, facilitar o contato com esses cidadãos será fundamental para a Equatorial ter acesso com os futuros beneficiários e explique detalhadamente sobre o programa e como poderão fazer a adesão", explica.

"Quanto mais beneficiários conseguirmos cadastrar, automaticamente, mais economia será gerada nos municípios; pois o dinheiro que o cliente economiza na conta de luz pode passar a ser aplicado no comércio local, por exemplo. No total, o programa gerou cerca de R$ 270 milhões na economia do Estado, em 12 meses", completa o presidente.

No Estado, de acordo com a distribuidora de energia, 947 mil famílias já recebem o benefício. Em 2021, 39 famílias foram incluídas no programa, devido às parcerias entre a concessionária e os órgãos que disponibilizam a quantidade de potenciais beneficiários espalhados por todos os municípios do Pará.

Mais de 315 mil podem perder o benefício por falta de atualização cadastral, segundo os dados da Secretaria Especial. O levantamento é realizado com base no número de famílias inscritas no CadÚnico (Cadastro Único), conforme a atualização do consumidor dos seus dados junto ao CRAS da sua cidade, a cada dois anos, para manter continuar recebendo o benefício. 

 

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA