Idosos enfrentam filas em agência da Caixa

Mesmo que se divulgue a necessidade de distanciamento social, devido á covid-19, não é o que se vê me bancos

Redação Integrada

A pandemia do novo coronavírus chegou ao Pará, com o primeiro caso de covid-19 confirmado em Belém, e as agências da Caixa Econômica ficaram lotadas. Idosos - que fazem parte do grupo de risco da doença - se misturam a outros clientes nas longas filas, em ambiente fechado, para sacar dinheiro, resolver problema com cartão ou fazer outros atendimentos nesta que é a umas das principais instituições financeiras do país. 

LEIA TAMBÉM

População se aglomera em farmácia na busca por álcool gel

Na agência da avenida Governador José Malcher com José Bonifácio, em Belém, estava sendo feito controle de entrada na área de atendimento, garantindo um distanciamento nas filas do caixa, gerência ou outros serviços. Porém, nas áreas dos caixas eletrônicos, havia uma grande aglomeração de pessoas. 

Paulo Monteiro da Silva, de 80 anos, estava em uma das filas. Ele contou ter precisado ir à agência pegar um cartão para sacar a aposentadoria. "Preocupado eu fico, mas é o jeito", resumiu.

Mesmo fazendo parte do grupo de risco, ele admite que ainda não tem tomado todos os cuidados. "Por enquanto, ainda não estou me prevenindo, só lavo a mão com gel". 

A redação integrada de O Liberal procurou a Caixa Econômica e aguarda retorno. 

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!