Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Empreendedores em atraso com o ISS serão notificados pela Prefeitura de Belém

Após a notificação, a empresa tem 30 dias para quitar os débitos com o fisco municipal

O Liberal

A partir de dezembro, os empreendedores de Belém optantes pelo Simples Nacional com o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) inscritos em dívida ativa serão notificados pela Secretaria Municipal de Finanças (Sefin) para regularizar os débitos com o município. 

O objetivo é regularizar a situação de 1.024 microempresas e empresas de pequeno porte. “Nós vamos informar essas empresas, porque, se o que foi declarado no Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (PGDAS) não for recolhido, poderão sofrer exclusão do Simples Nacional em 2022”, explicou o diretor do Departamento de Tributos Mobiliários (DETM) da Sefin, Arlei Felipe.  

Os empreendedores serão notificados de forma online pelo Domicílio Tributário Eletrônico do Simples Nacional (DTE-SN). O trabalho ocorre periodicamente e por lote, que no último período notificou 2.260 empresas, de acordo com o departamento. 

Após a notificação, a empresa tem 30 dias para quitar os débitos com o fisco municipal, que desde o último mês possibilitou o parcelamento em até 60 vezes, sendo a menor correspondente a R$ 300. 

O parcelamento pode ser realizado por meio do site da Sefin ((www.belem.pa.gov.br/sefin) no campo  “Serviços On-Line”, no item “Parcelamento de Dívida Ativa”. Segundo a Secretaria, no período de 5 a 25 de novembro, 31 empresas fizeram o parcelamento dos débitos em atraso, o equivalente a mais de R$ 530 mil.

A chefe da Procuradoria Fiscal do Município, Brenda Jatene, explica que com a regularização, o contribuinte consegue obter certidão, participar de licitações, obter linhas de crédito e até aumentar o empreendimento. No entanto, se os empreendedores optantes do Simples Nacional não quitarem os débitos com o município serão excluídos do programa e poderão ter a dívida protestada. 

 

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA