Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Dia dos Namorados aquece movimento nos motéis de Belém

Estabelecimentos preparam atrativos para melhorar experiência dos clientes

Fabrício Queiroz

A celebração do Dia dos Namorados impulsiona o segmento dos serviços de motelaria. De acordo com a Associação Brasileira de Moteis (ABMoteis), esta é tradicionalmente a data com o maior movimento nos estabelecimentos, com incremento da demanda variando de 20% a 30% em relação a outros períodos. Nesse momento favorável, o setor busca se reinventar para oferecer não apenas um espaço de intimidade, mas também experiências, como culinária diferenciada e ambientes estilizados para fortalecer o vínculo dos casais.

No bairro do Jurunas, em Belém, um motel aposta em atrativos que vão desde o benefício de hora extra até quartos com temas peculiares. No local, os torcedores apaixonados podem conciliar duas paixões: a do amor romântico e a do time do coração, já que o estabelecimento conta com suítes temáticas dos clubes Remo e Paysandu. “É o nosso grande diferencial e atrai muitos clientes”, afirma a gerente Suzana Lima.

Neste, como em outros Dia dos Namorados, Suzana diz que as expectativas são as melhores, com provável formação de fila na entrada do motel, embora tema que o efeito final de semana possa influenciar em um fluxo menor de clientes. “De fato, é um dia com movimento muito intenso, por isso, preferimos não fazer reserva. Lógico, a gente quer que venham mais clientes a cada ano, mas como neste ano a data cai em um domingo, talvez possa ter um fluxo menor. De qualquer forma, estamos aumentando o quadro de funcionários para fazer um atendimento mais rápido desde a portaria até a liberação da conta”, destaca.

Para isso, uma das preocupações do motel é com o atendimento prestado pelos funcionários para garantir a satisfação dos clientes com as acomodações e todo o serviço. Nos bastidores, a camareira Jucy Martins encara o Dia dos Namorados como um dia normal de trabalho. “É um dia mais exigente, mas não é desgastante porque tem mais camareiras para nos ajudar”, diz a funcionária que atua há dois anos na função.

Apesar da experiência, Jucy conta que a equipe recebe orientações para aprimorar o trabalho. “É um dia que exige de nós, camareiras, mais agilidade para atender o nosso cliente para que eles fiquem mais satisfeitos”, pontua.

Semana atípica

Já o empresário Yorann Costa avalia que o segmento da motelaria compreende que a data não se resume a um dia, mas sim a uma semana inteira de serviços aquecidos. “É uma semana atípica em que se dobra ou até triplica o movimento conforme vai se aproximando do dia”. No empreendimento em que ele é sócio, no bairro do Marco, por exemplo, quase 70% das suítes já estavam reservadas para o pernoite do sábado para o domingo na última quarta-feira.

“É um resultado bem melhor que ano passado até porque antes nós estávamos com um faturamento excelente e, com a pandemia, isso caiu uns 30%. E, hoje em dia, nem todo mundo se dá ao luxo de ir a um motel ou dispõe de um valor para arcar com isso. É um efeito sentido em todo o Brasil”, afirma Costa que, no entanto, observa uma retomada rápida no setor.

Para favorecer essa tendência, os motéis investem em outros aspectos que envolvem toda a gestão do negócio, como é o caso do treinamento dos profissionais. “Esse trabalho motivacional é importante porque é uma data muito especial. E quando se fala de sexo ainda tem um tabu muito grande e por ser algo muito íntimo, se ocorrer qualquer tipo de problema nesse atendimento, dificilmente aquele estabelecimento vai recuperar o cliente”, analisa o empresário.

Além disso, o setor acredita que outras inovações podem ser incorporadas aos empreendimentos. Nesse sentido, a ABMoteis, que representa nacionalmente o setor tenta imprimir o conceito de Love Week, com ofertas especiais, pacotes de experiências e até condições de parcelamento para quem reservar quartos neste período. No empreendimento de Yorann Costa, por exemplo, o destaque são os pacotes que incluem decoração com pétalas de rosas, brindes, prato a escolha do casal e a hospedagem. Há ainda a opção por decorações personalizadas de acordo com o tema, o desejo e o orçamento dos clientes.

“Os motéis cada vez mais se reinventam investindo em novidades, como uma publicidade diferenciada, oferecendo uma experiência gastronômica, melhorias no atendimento. É preciso se renovar porque os motéis que só vendem sexo estão fadados ao fracasso”, destaca.

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA