#if(!$m.request.preview.inPreviewMode)
CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X
#end

Instituição 'Mães da Sé' ajuda a encontrar pessoas desaparecidas no Brasil

Fundada em 1996, a "Mães da Sé" proporciona apoio às famílias e ajuda a prevenir o deseparecimento de pessoas no Brasil

Gabriel Bentes
fonte

No Brasil, estima-se que uma pessoa desaparece a cada três minutos, tendo 200 mil desaparecidos por ano. A “Mães da Sé” é uma instituição que foi fundada, sem fins lucrativos, no ano de 1996, com o objetivo de localizar e prevenir o desaparecimento de pessoas no país, em especial crianças e adolescentes. A associação trabalha em conjunto com os setores públicos e privados para que os casos de desaparecimento sejam solucionados e prevenidos, por meio da promoção de valores humanos universais como solidariedade, dignidade, fraternidade e respeito.

A associação também trabalha denunciando as situações de risco comprovadas no desaparecimento e na busca, elucidando os casos com respeito e rapidez. Além disso, a “Mães da Sé” proporciona tratamentos, encontros, ações culturais e metodologias que desenvolvem valores universais, essenciais na formação de índole de qualquer ser humano.

VEJA MAIS

image Desaparecidos: como identificar o desaparecimento de uma pessoa? Entenda o que fazer
Confira como identificar o desaparecimento de uma pessoa e o que fazer diante da situação

image Desaparecido em Altamira: Natan Moreira da Costa está desaparecido desde 2014
O menino sumiu desde 2014 em Altamira (PA) e até então nada se sabe do seu paradeiro

image Desaparecido: vendedor de livros Lucivaldo Miranda de Castro foi encontrado e está em segurança
Desaparecido em Belém, o homem de 53 anos teve um surto no sábado (25/03), mas já foi localizado

Ivanise Esperidião, de 61 anos, fundadora da instituição, conta que o “Mães da Sé” nasceu com o intuito de maximizar as buscas pelos desaparecidos e oferecer auxílio aos familiares dessas pessoas. “O objetivo da associação Mães da Sé é trabalhar, junto com as autoridades, para elucidação dos casos de pessoas desaparecidas, assim como damos suporte aos familiares que procuram por seus entes queridos, dando à eles apoio psicológico e apoio jurídico”, explica.

Ivanise fala também sobre a importância da divulgação dos casos de pessoas desaparecidas e o quanto isso ajuda na localização delas. “O nosso principal trabalho para localização de pessoas desaparecidas é com a divulgação, nossa ferramenta de trabalho. Quanto maior a divulgação, maior é o número de pessoas encontradas e a chance dessas pessoas serem vistas e serem localizadas. Hoje, a nossa principal ferramenta que utilizamos para encontrar pessoas desaparecidas são as redes sociais, nossas maiores aliadas pela quantidade de pessoas que são usuárias das redes sociais. Em 27 anos de trabalho, nós já cadastramos mais de 11.500 pessoas, e temos um saldo de 5.536 pessoas encontradas”, pontuou.

História da Mães da Sé

A história da Organização se inicia quando Ivanise, a mãe de Fabiane Espiridião, que desapareceu aos 13 anos de idade em 1995, une forças com outras famílias que também estão na busca de entes que desapareceram. A vida de Ivanise virou do avesso com uma crescente angústia por conta do descaso das autoridades responsáveis, que por lei devem agir com todas as forças e mecanismos para localização de quem sumiu.

Tempos depois, Ivanise foi convidada para participar da novela “Explode Coração, da TV Globo, dando seu depoimento como mãe de uma filha desaparecida. Foi a partir daí que ela teve contato com outras mães que passavam pela mesma situação.

A Associação Brasileira de Busca e Defesa da Criança Desaparecidas (ABCD) é a razão social da associação “Mães da Sé”, que passaram a ser conhecidas por este nome pelo fato de ficarem nas escadarias na Catedral da Sé, em São Paulo, duas vezes por mês aos domingos, para divulgarem os casos das pessoas desaparecidas.

(*Gabriel Bentes, sob supervisão da editora de Oliberal.com, Ana Carolina Matos)

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Desaparecidos
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!