Lobão fala sobre show em Belém em entrevista exclusiva

Músico vai se apresentar ao lado do Ira! no 'Rock na Veia Fetival'

Enize Vidigal

Lobão e o Ira! vêm a Belém para o "Rock na Veia Music Festival", no próximo sábado (9), na sede campestre da Assembleia Paraense (AP), a partir das 22 horas.

"Já vendo mais livros do que discos", revela Lobão em entrevista exclusiva a O Liberal.

Leia mais: Concorra a pares de ingressos para o show 'Rock na Veia', com Lobão e Ira!

O músico volta a Belém após três anos com a turnê que retoma o formato clássico do Power Trio, acompanhado por apenas dois músicos, para cantar os sucessos da carreira, como "Decadence Avec Elegance", "Essa Noite Não", "Me Chama", "Vida Bandida", "Vida Louca Vida" e "Corações Psicodélicos", além de hit de outros ícones do rock nacional, como Cazuza, Renato Russo e Engenheiros do Hawaí.

Com mais de 40 anos de carreira, Lobão se prepara para lançar no final do mês mais três livros, um canal no YouTube e um single, além de ter lançado um site de masterclass com vídeo-aulas.

"Sempre tive uma excelente receptividade no Pará, com shows antológicos, seja no Theatro da Paz, em shows ao vivo... A gente tem um respaldo muito grande do público parense, um carinho muito grande. Tenho certeza que na próxima ocasião será da mesma forma", declara Lobão, que se revela um apreciador da culinária paraense: "Adoro tacacá, surubim, tambaqui. Gosto de toda a culinária paraense, amo, realmente é muito sofisticada, refinada e muito saborosa", conta ele que frequentou restaurantes de gastronomia paraense no Rio de Janeiro.

Nesse retorno a Belém, inclusive, pretende pesquisar receitas com ingredientes regionais para reproduzir na "Cozinha do Pai Lobão", programa do seu novo canal do YouTube para assinantes, chamado "Lobolândia", que também terá relatos de fatos curiosos que testemunhou, lives quinzenais e pocketshows.

NOVO ÁLBUM, NOVA TURNÊ

Nessa nova turnê, o cantor, compositor e multiinstrumentista carioca de 62 anos apresenta as músicas do álbum mais recente, "Antologia politicamente incorreta dos anos 80 pelo rock", de 2018, no qual gravou os próprios hits e também de outras estrelas do rock nacional da década de 80. Esse é o 16º álbum da carreira dele. "É um show novíssimo que estamos levando ao Brasil inteiro agora". Lobão se apresenta ao lado do baterista Armando Cardoso e do baixista Augusto Passos, que também faz back vocal.

"O álbum foi uma maratona fazê-lo", afirma Lobão, que gravou a voz e cada instrumento sozinho em estúdio. O projeto musical surgiu a partir do lançamento do livro "Guia Politicamente Incorreto dos Anos 80 pelo Rock", de 2017.

O dono da autobiografia "50 Anos a Mil", de 2010, se prepara para lançar no final do mês a segunda edição revisada, além do resumo da sequência "Mais 10 Anos" e da autobiografia completa e atualizada "60 Anos a Mil".

Na área da música, ele anuncia que vai lançar em breve "Lullabay", de 2001, que nunca tinha sido gravada em estúdio, mas somente ao vivo. Outro projeto musical do artista é o site Lobaomasterclass.com.br, no qual vende aulas. Na maratona disponível, os alunos têm acesso a 10 aulas nas quais, segundo o próprio Lobão, "decupam" a música Decadence Avec Elegance, desde a fase da composição, cada instrumento, mixagem e masterização. "Ela é essencialmente rítmica e muito atual", afirma. Todas as aulas têm por base os sucessos dele. A próxima será Lullabay.

LOBÃO, TRÊS ANOS DEPOIS

Lobão volta a Belém três anos após o show antológico junto com o Sepultura, em 2016, cuja turnê acabou sendo cancelada em várias cidades. O motivo, ele explica: "A turnê cancelada era de se esperar pois, afinal de contas, apesar de ser muito amigo, o público de heavy metal é muito avesso a mim. Veja as latas que a gente tomou no Rock in Rio". Para ele, o show com o Sepultura deveria ter sido gravado em DVD ou documentário "pela importância e qualidade".

Após algumas opiniões dele terem despertado o repúdio de internautas, mantem-se ativo nas redes sociais. "Nunca dei tempo, continuo sempre atuando no cenário, continuo sempre presente. Toda semana estou gravando no YouTube, sempre com comentários, sempre participando. A minha meta é sempre aperfeiçoar baseado em todos os meus preceitos, da minha índole, da minha moral, da minha honra e da minha estrutufa como pessoa. Uma pessoa não muda, só pode evoluir ou involuir, eu evoluo".

IRA!

O vocalista Nasi, do Ira!, está desde a origem da banda (Marcelo Rossi / Divulgação)

O vocalista Nasi e o guitarrista Scandurra seguem liderando o Ira!, desde que a banda paulistana foi criada em 1981. Mas, desde 2014, o grupo conta também com o baixista Johnny Boy e o baterista Evaristo de Pádua.

Dono de sucessos emblemáticos, como "Dias de Luta", "Envelheço na Cidade", "Flores em Você", "Tarde Vazia", "Eu Quero Sempre Mais", "Vida Passageira" e "Longe de Tudo", o Ira! se prepara para lançar um novo álbum.

O show do sábado (9) terá também as participações de Markinho Duran e DJ Roberto Penna.

SERVIÇO

ROCK NA VEIA - LOBÃO E IRA!
Dia 9 de novembro (sábado), a partir das 22 horas
Assembleia Paraense - Av. Alm. Barroso, 4614, Souza
Ingressos nas Centrais Bis

Leia mais: Concorra a pares de ingressos para o show 'Rock na Veia', com Lobão e Ira!

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA