Jornal britânico The Sunday Times escolhe álbum 'Rebujo' de Dona Onete como um dos melhores do ano

O álbum foi considerado 'certamente a versão mais dançante do ano, independentemente da categoria' pelo jornal inglês

Vito Gemaque

O jornal britânico 'The Sunday Times' escolheu o álbum 'Rebujo' de Dona Onete como um dos melhores do ano. O álbum entrou na lista como o melhor na categoria World Music que se refere à música tradicional de uma cultura específica. O jornal considerou o álbum "certamente a versão mais dançante do ano, independentemente da categoria". Esta já é a terceira lista internacional que o mais recente álbum da paraense tem destaque. Há três meses, os júris técnicos de duas listas especializadas World Music Chart Europe (WMCE) e da Transglobal World Music Chart (TWMC) consideraram o álbum o melhor de setembro na categoria dos artistas 'world music' (música mundial - em tradução livre).

Com a sua humildade Dona Onete recebeu a notícia de integrar a lista. Para ela, a vitória é da música do Pará, já que ela é uma transmissora da cultura regional para todo o mundo.  "Eles me entrevistam para vários jornais, mas eu prefiro nem saber para que não tenha vaidade. Eu estou feliz e o Pará com certeza está feliz. Afinal, é como diz a música 'felicidade a gente inventa'. O que tem que ser que nosso é nosso", agradece.

"Essa turnê foi muito louca. Muita gente que curte a nossa música, porque é a música do Pará que está representado o Brasil. Somos nós que representamos o Brasil lá fora. O último show que fizemos em Las Palmas, em uma praça enormíssima, tivémos uma multidão dançando e cantando com a gente. Eu não entendia nada que eles falavam e eles não entendiam nada que eu falava, mas a alegria que a gente leva é muito boa", conta.

Este foi um ano de vitórias para Dona Onete com apresentações em grandes festivais no Brasil e no mundo. No Brasil Dona Onete levou a música paraense para o Festival Coala (SP) e Rock In Rio (RJ). Lá fora Dona Onete foi para México, Irlanda, França, Grécia, Finlândia, Espanha e outros países. Para o próximo ano já há convites, mas a cantora não confirmou participação por causa da idade avançada. "É muito difícil para mim ir viajar de cadeira de rodas. Vamos esperar para confirmar até janeiro. O pessoal da produção vem dizer 'Dona Onete a senhora tem que fazer', o Pará também pede para a gente ir, mas é muito sacrifício que tem que fazer para uma senhora de 80 anos", revela.

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA