Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Ismaelino Pinto fará cobertura especial do Festival de Cinema de Gramado

Jornalista viaja nesta quinta-feira para trazer todas as informações e novidades do evento

Thainá Dias

O jornalista do grupo Liberal, Ismaelino Pinto, fará a cobertura do 50º Festival de Cinema de Gramado, a partir da próxima sexta-feira (12), com produção de conteúdo para o portal OLiberal.com e para as redes sociais. Ismaelino viaja nesta quinta-feira (11) e irá relatar os principais fatos do evento, que participa da cobertura desde 1990. O Festival de Cinema de Gramado é um dos mais importantes do mundo das artes.

Segundo o jornalista, “essa edição traz uma data simbólica, meio século de festival. Um dos mais importantes festivais de cinema do mundo, ou seja, na América do Sul talvez seja o mais importante de todos. Vale destacar que há uma ligação muito importante que é do cinema brasileiro com o latino americano. A Dira Paes está na curadoria, ou seja é muito significativo ter uma paraense nos representando”, destacou.

“Eu cubro há 33 anos esse festival e é muito legal relembrar de como as coisas eram antes. Hoje estou indo para fazer materiais multimídias para redes sociais. Antes eu cobria pela rádio, levávamos um gravador, entravamos ao vivo por telefone fixo ou as vezes, até parávamos no telefone público para tentar a comunicação com a nossa sede. Hoje temos inúmeras facilidades, é um gás novo, poder fazer algo que eu já faço há muito tempo com todas essas novas tecnologias. Nós somos o único veículo do norte que temos acesso ao festival de forma plena”, ressaltou Ismaelino.

O Festival de Cinema de Gramado deixa em evidencia a Serra Gaúcha, consolidando a cidade como um dos principais destinos turísticos do Brasil, principalmente para os amantes da história e da arte. O evento costuma acompanhar todas as nuances do cinema nacional, tornando-se pioneiro e referência na realização de festivais do gênero em território nacional. Desde a primeira edição com a consagração de “Toda Nudez Será Castigada”, de Arnaldo Jabor, em 1973, mais de mil Kikitos foram distribuídos entre profissionais do cinema que venceram o Festival em diferentes categorias. Além da celebração da produção brasileira e gaúcha, o evento ainda inclui em sua programação uma mostra competitiva de filmes ibero-americanos desde 1992. Já os troféus Oscarito, Eduardo Abelin, Kikito de Cristal e Cidade de Gramado prestam homenagem a atores, cineastas e personalidades ligadas ao cinema.

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA