Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Camila Fialho apresenta a exposição “Linhas em movimento” em Belém

A mostra, primeira individual da artista visual, segue aberta até julho na Galeria Theodoro Braga, da Fundação Cultural do Pará

Thainá Dias

A artista visual Camila Fialho apresenta sua exposição “Linhas em movimento” na Galeria Theodoro Braga, da Fundação Cultural do Pará, a partir desta quinta-feira (09), ás 19h e segue aberta até o dia 07 de julho. A artista, ganhadora do Prêmio Branco de Melo, retrata a mostra constituída por trabalhos em dimensões variadas, nascidos no início da pandemia da covid-19.

Segundo a artista, o carinho por Belém é especial. “Eu vim para Belém em 2014, foi nessa cidade que me tornei artista, que acolheu os meus processos. Não faria sentido fazer minha primeira exposição individual em outra cidade”, enfatizou. Desenhada como linha ou em torvelinho, isolada ou abundante, a linha, em suas metamorfoses, abre um vasto território de investigação para a produção artística. No campo mais específico das artes a linha desponta como um dos principais componentes da criação e é disso que fala a mostra. “O título já traz um pouco do que é o meu trabalho, é um conjunto de desenhos a partir do traço. Nessa pesquisa que eu desenvolvi a partir dessas primeiras linhas, que vão ganhando forma e se multiplicando até se transformar em formas geométricas. São desenhos que vão além do papel. O meu percurso com desenho ganha força nesse período mais difícil da pandemia, é um espaço de criação em um contexto de confinamento. Então entra a minha imaginação, a minha liberdade. A arte é vital”, concluiu a artista.

“Linhas em Movimento” é a primeira exposição individual da gaúcha Camila Fialho, radicada em Belém desde 2014. Suas pesquisas passeiam entre poéticas do deslocamento e tensões entre palavra e imagem. De acordo com a curadora da exposição, Marisa Mokarzel, a artista valoriza a arte e seus movimentos. “Os desenhos vão além do papel, podem ocupar paredes ou tornarem-se suspensos, quase flutuantes. O espectador, na exposição, não será espectador, mas parte integrante de um conjunto de desenhos, e seu corpo estará em movimento com as linhas, com os planos, com o próprio espaço”, destacou.

Vale destacar que o público terá a oportunidade de conversar com a artista e a curadora durante um bate papo no dia do encerramento da mostra, em julho. No evento, será lançado ainda o catálogo de “Linhas em Movimento” na própria galeria. Um ateliê-livre será oferecido por Camila Fialho aos interessados, tendo a linha como dispositivo de reflexão e experimentação, ação a ser divulgada amplamente pelas redes sociais.

 

Agende-se
Exposição de desenho da artista Camila Fialho “Linhas em movimento”

Data: 09/06 até 07/07

Hora: 9h as 17h

Local: Galeria Theodoro Braga/FCP (Avenida Gentil Bittencourt, 650. Nazaré. Subsolo do Centur)

 

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA