Versos do Futebol

Por Carlos Fellip

O ritmo e as rimas do mundo poético que mora o futebol. Coluna assinada por Carlos Fellip, editor Executivo de O Liberal e jornalista formado há 10 anos, com experiência no jornalismo esportivo e de atualidades. Ganhou prêmio de Jornalismo do MPT e cobriu Seleção Brasileira em Belém.

Racismo no futebol: o mundo em preto e branco

Carlos Fellip

Para um filme de cinema, é classudo
Para quem tem mente pequena, aberração
Preto e branco, há tempos, andam juntos
Preto e branco, há tempos, são irmãos

Qual foi a cor de Jesus Cristo?
Como era a pele de Adão?
Quem inventou o racismo?
Quem não lhe deu punição?

Ver em livros o motivo
É muito fácil de fazer
O difícil é ser o ‘pretinho’
Que teria que entender

O que não tem explicação
O que é falho e irracional
Como se ataca o próprio irmão
Por uma questão física, racial?

Mas se for do mesmo jeito
Que devemos o combater
Olhem o racista e apontem o dedo
Igual ao que ele fez com você

Ser negro, índio, pardo ou branco
É um feito de Deus e é natural
Ser racista que é estranho
Isto é um defeito intelectual

Versos do Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM VERSOS DO FUTEBOL