Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

VERSOS DO FUTEBOL

Por Carlos Fellip | carlos.fellip@oliberal.com

O ritmo e as rimas do mundo poético que mora o futebol. Coluna assinada por Carlos Fellip, editor Executivo de O Liberal e jornalista formado há 10 anos, com experiência no jornalismo esportivo e de atualidades. Ganhou prêmio de Jornalismo do MPT e cobriu Seleção Brasileira em Belém.

Personal-I-D-A-D-E: qual é o limite de cobrança para jovens no futebol?

Carlos Fellip

Aos olhos de todos, és mais um de uniforme
Quando adentras o campo, és profissional
Se um mal te acontece, ninguém te socorre
Levanta a cabeça e faz cara de mau

Descalço, poderias estar na rua
Batendo papo até madrugada
Mas os dias são de labuta
Treina, treina, joia lapidada

Muitos dividem o mesmo sonho
Muitos começam a caminhada
Muitos residem no encontro
De virar um atleta de pelada

Feliz aniversário! 17 anos
Antes de ser maior idade
Já tens que ser ‘de maior’

Maturidade é algo relativo
Vem com jogos realizados
E não com dias vividos

De repente, o menino vira homem
De repente, a promessa é estrela
De repente, uma vida se consome
De repente, faz um monte de besteira

Futebol virou mercado aberto
Com prateleiras destroçadas
Arruína jovens talentos certos
Intitula como ‘queimar etapas’

Te tratam como produto
Querem um menino adulto
Avançam todos os minutos
Se lembrem que isto é furto

Juventude é qualidade
Dinheiro não deve comprar
O que pertence à idade
O homem deve respeitar

Versos do Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM VERSOS DO FUTEBOL