CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Círio 2022: Feira de Artesanato tem mais de 60 mil visitantes e faturamento de R$ 850 mil

Evento consolidou o talento e a produção dos artesãos do Pará como atratativos do Círio após pandemia da covid-19

Eduardo Rocha
fonte

A 10ª edição da Feira de Artesanato do Círio (FAC), organizada pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae no Pará) termina nesta quarta-feira (12) com resultados positivos: mais de 60 mil pessoas visitaram os 100 estantes do evento e o faturamento atingiu a mais de R$ 850 mil. A Feira confirmou o talento e a produção dos artesãos paraenses, que se configuraram-se como atrações aos visitantes de Belém por ocasião do Círio de Nossa Senhora de Nazaré. Em parceria com o Governo do Estado, foi realizada uma programação cultural, o que reforçou a presença do público nos oito dias da FAC, no Estacionamento do Parque Porto Futuro.

Na avaliação da FAC pelo diretor-superintendente do Sebrae no Pará, Rubens Magno, ela foi um evento de grande sucesso, de vez que este ano não se conviveu com as antigas restrições preventivas à covid-19 e também o Círio foi realizado  de forma presencial sem alterações. "Tanto que a nossa previsão era termos mais de 60 mil pessoas, nós já atingimos esse número; não temos o número fechado ainda, por conta de ainda está em andamento a Feira neste começo de noite, mas certamente a gente vai passar das 60 mil pessoas visitando todo o nosso complexo", afirmou.

VEJA MAIS 

image TCE abre exposição 'Canoas de Promesseiros' com homenagem à romaria fluvial
Com o tema “Contando uma História de Fé”, a exposição conta com 200 barquinhos que embelezam os espelhos d’água do edifício-sede da instituição, em Belém

image Artesãos esperam fazer bons negócios durante o Círio
Feira do Artesanato do Círio deve gerar mais de R$ 600 mil em negócios, segundo o Sebrae

image É Pará Isso: a cultura ribeirinha da arte em miriti
Ronny Silva faz um mergulho na tradição com os artistas de Muaná e suas criações

Foram superadas as expectativas de faturamento, como frisou Rubens Magno, de vez que a previsão era de que no fechamento da FAC fossem atingidos mais de R$ 850 mil. "Essa quantia para a maioria dos empreendedores que estão aqui, na Feira, perfazem mais de 80% dos seus faturamentos anuais. Eles se preparam, sim, para estar aqui, ou seja, a partir de novembro eles já começam a preparar seus trabalhos para o ano que vem; então, é um resultado extremamente positivo, 100% em cima do que nós esperávamos", observou o superintendente do Sebrae no Pará.

image Público compareceu à Feira no Parque Porto Futuro (Foto: Márcio Nagano / O Liberal)

No dia 5, a FAC abriu suas portas mediante a visita da Imagem Peregrina aos estandes, tendo sido saudada por expositores, entre 90 artesãos e 10  empreendedores da Praça de Alimentação no evento, e dirigentes e colaboradores do Sebrae no Pará.

A Feira contou com mais de 1.700 metros quadrados de área construída. "Essa FAC já deixa saudades para nós, do Sebrae, para os empreendedores,e deixo registrado que não aceitaremos FAC menores, trabalharemos por números maiores", afirmou o superintendente Rubens Magno, observando que os consumidores e outras pessoas envolvidas no projeto aguardam pelo evento para viverem o Círio na Feira.

Artesanato

Manoel Benedito Feio Sozinho, 59 anos, natural de Abaetetuba (PA) e atua como artesão de brinquedos e artesanato em miriti há mais de 40 anos. Conhecido como Mestre Cita, ele participa da FAC desde a primeira edição. "Esta edição foi muito boa, com muita gente mesmo, o público de maneira geral está vindo nos prestigiar, comprar mesmo os nossos brinquedos e artesanato", destacou. Ele levou para a Feira 980 peças até o começo da noite desta quarta-feira (12) havia comercializado 700 peças. Mestre Cita disse que  o Círio presencial atraiu muito mais gente para a FAC.

image Mestre Cita, de Abaetetuba, mostrou produção em miriti na FAC (Foto: Rubens Magno / O Liberal)

A artsã Sílvia Valente é outra pessoa que há dez anos expõe na Feira, que este ano reuniu artesãos de Belém, Ananindeua, Abaetetuba, Santarém, Oeiras do Pará e Salvaterra. Imagens da Nossa Senhora de Nazaré feitas em croché, imagens em tricotin, lembrancinhas, objetos de decoração e brinquedos decorativos de feltro foram expostos pela artesã no evento.

Sílvia avaliou que "o público veio para a Feira, todos os dias, e somos gratos pela oportunidade de estarmos aqui, participando de um evento importante para os artesãos".

image Artesanato sacro foi uma das atrações na Feira (Foto: Márcio Nagano / O Liberal)

A FAC contou com atendimentos a empreendedores na Unidade Móvel do Sebrae e programação cultural, como o Festival Cultural de Nazaré, articulado via Secretaria de Estado de Cultura (Secult).

image Público compareceu à Feira no Parque Porto Futuro (Foto: Márcio Nagano / O Liberal)
Círio
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!