Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Polícia prende pai que usou anestésico para estuprar a própria filha de 1 ano

Criança precisou passar por cirurgia de reconstrução

O Liberal

Um crime em família que chocou não apenas pela frieza e premeditação do ato, mas, principalmente pela ligação entre vítima e autor. Um homem foi detido na noite da última segunda-feira (29) em Itauçu (GO), após ter sido denunciado pela esposa. A acusação: o estupro da própria filha do casal, uma criança de apenas 1 ano e 11 meses. O acusado chegou a usar uma pomada anestésica para tentar amenizar a violência cometida. As informações são do portal Metrópoles.

VEJA MAIS

Pai estupra por duas vezes a filha de apenas 10 anos Foi encontrado sêmen masculino e a confirmação da penetração no exame da menina

Pai biológico estupra e mata bebê de 13 dias em Santana do Araguaia Cleiton Ramos França levantou suspeita quando levou a filha em estado crítico ao hospital municipal na noite de sábado (11)

Policial militar estupra a neta de dois anos O pai da criança ficou chocado com a situação e ficou desnorteado

A mãe da criança desconfiou quando encontrou ferimentos na região genital da criança e marcas de sangue pela casa, além de uma bisnaga de xilocaína, um analgésico de uso tópico. Assim que notou a desconfiança da esposa, o pai fugiu e se escondeu em um hotel no interior. O abuso ocorreu no último sábado (27), no mesmo dia a mãe procurou a polícia para denunciar o crime. A menina sofreu ferimentos na região anal e precisou passar por uma cirurgia de reconstrução.

Na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Goiânia, a mãe contou que havia saído para ir ao supermercado, na noite do sábado, e deixado a menina sob os cuidados do pai, que assistia um jogo enquanto bebia. O suspeito aproveitou a ausência da esposa para cometer o estupro. Ao retornar para casa, a mulher encontrou o marido nu, a filha ensanguentada e resquícios de sangue na cama e no chão da casa, além de uma embalagem de xilocaína. O homem confessou o que havia feito e fugiu.

Enquanto mãe e filha eram assistidas pela equipe do Hospital Materno Infantil, onde a criança recebeu atendimento médico, policiais iniciavam as buscas pelo pai, localizado na noite da última segunda-feira (29), em um hotel de Itauçu, a 70 quilômetros de Goiânia. À delegada responsável pelo caso, Gabriela Adas, o homem admitiu o crime e disse que não esperava machucar tanto a criança.

Ele foi conduzido para uma Central de Flagrantes onde passará por audiência de custódia e depois será levado para a Casa de Prisão Provisória (CPP), no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia. O suspeito responderá por estupro de vulnerável com agravante de ser o pai da vítima, podendo ser condenado a até 15 anos de prisão.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL