Polícia encontra corpos de mãe e filhos em área cimentada e marcada: 'Estão aqui'

Os corpos foram encontrados na casa de um homem que cometeu suicídio no dia 23 de dezembro de 2020

Redação Integrada com informações de Extra

Três corpos foram encontrados enterrados em uma casa na quarta-feira (6). As vítimas foram previamente identificadas como Maria Rosana Barboza e seus dois filhos, Rodrigo e Germano. Eles tinham, respectivamente, 57, 35 e 32 anos quando foram assassinados, em 2017. O caso aconteceu em Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio.

Os corpos foram encontrados após a morte do dono da casa, identificado como Gilnei. Ele teria sido companheiro de Maria e cometeu suicídio no dia 23 de dezembro de 2020.

O filho dele foi até o local para fazer uma limpeza e encontrou uma carta que teria sido escrita pelo próprio pai. No registro, o homem afirma que enterrou os corpos das três pessoas há quase quatro anos no quintal.

Os policiais foram chamados e, com a ajuda de Bombeiros, encontraram os corpos em uma área cimentada, que tinha a inscrição "estão aqui". O caso foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI).

De acordo com o delegado responsável pela investigação, Leonardo Affonso, ninguém procurou a polícia para relatar o desaparecimento das vítimas.

“Na carta ele conta que encontrou as vítimas já mortas ao chegar na casa e teria enterrado no dia seguinte por medo do que a polícia iria concluir na investigação. Isso é o que está escrito, mas tudo indica que ele seria o autor dos três homicídios. Ele escreveu que não 'aguentava mais viver, que esse sentimento era muito ruim'. Era ex-policial militar e teria sido expulso da corporação por ter cometido um homicídio”, contou o delegado.

Ainda na carta, o homem escreveu que não tinha motivos para cometer os assassinatos, mas acreditava que seu passado o comprometeria. Ele afirmou que enterrou os três sem ajuda de ninguém e também pediu perdão pelos erros cometidos em vida.

Segundo o delegado, ainda serão realizados exames de DNA para confirmar a identidade dos cadáveres. A polícia também deve procurar por parentes das vítimas, para apurar o que teria motivado o crime.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL