Meninas eram obrigadas pela madrasta a fazer sexo com homens

O pagamento pelos programas era entre R$ 100 e R$ 150

Redação Integrada com informações de O Dia

Uma mulher de 25 anos foi presa suspeita de obrigar as enteadas a se prostituírem. As meninas têm 11 e 15 anos e eram abusadas por homens de até 90 anos. A identidade da mulher não foi revelada para proteger as menores. O caso aconteceu em Miranorte, no Tocantins.

De acordo com a Polícia Civil, as adolescentes eram embriagadas antes dos abusos e recebiam favores e dinheiro em troca. Sete homens foram interrogados e indiciados pelos crimes de favorecimento de prostituição de adolescente e estupro de vulnerável. Todos eles vão responder em liberdade.

A madrasta também deve responder pelos mesmos crimes, além do fornecimento de bebida alcoólica às menores.

A investigação da 66ª DP (Miranorte) também apurou que os crimes aconteceram entre junho e setembro deste ano e o pagamento pelos programas era entre R$ 100 e R$ 150.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BRASIL