Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mãe e padrasto são condenados por contratar facção para matar estuprador da filha

Investigações apontam que dois homens teriam mantido relações sexuais com a vítima, drogando a menina para cometer os crimes

Com informações do portal R7

Um homem que teria abusado sexualmente de uma menor de idade foi morto e teve o seu corpo escondido em vingança ao crime. Na quarta-feira (26), cinco pessoas, entre elas a mãe e o padrastro da vítima, foram condenadas pelo homicídio e ocultação de cadáver. O caso aconteceu em Franca, no interior de São Paulo.

O casal teria contratado três integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) para matar os dois responsáveis pelo abuso cometido contra a criança. Um deles conseguiu fugir.

As investigações apontam que os dois homens teriam mantido relações sexuais com a vítima. De acordo com os responsáveis da garota, ela não lembra do ocorrido porque havia sido drogada pelos bandidos. Eles haviam colocado uma substância em seu refrigerante.

Um deles escapou depois do crime e o outro foi assassinado. O corpo foi encontrado em um cafezal da região com marca de tiros na cabeça. A mãe e o padrasto foram condenados a 13 anos de prisão. Outros dois réus envolvidos no crime foram condenados a 17 anos.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL