Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Idosa é estuprada e morta dentro da própria casa após tentar ajudar homem em situação de rua

Além de ter praticado a violência, o acusado teria roubado pertences das vítima

Com informações do Metrópoles

Uma idosa de 76 anos foi violentada sexualmente e morta dentro da própria casa após ter oferecido ajuda e refeição a um homem em situação de rua. A polícia suspeita que ele teria assassinado a senhora de idade asfixiada com o lençol da cama, no qual teria ocorrido o estupro. O acusado já foi identificado e preso na última quarta-feira (21) pela polícia.

As câmeras de segurança registraram o momento em que o homem bateu no portão da dona Maria de Nazaré, que era moradora de Anápolis, em Goiás. Ele pediu ajuda e ela o atendeu. O corpo da vítima foi encontrado por um dos filhos dela.

Após três horas da execução do assassinato, o acusado, identificado como Aldemir Dias Mendonça, foi encontrado pela Polícia Militar andando no bairro Jardim Esperança. Ele portava vários objetos que pertenciam a dona Maria de Nazaré, como toalhas e mantimentos. 

Um dos indícios que chamou a atenção dos agentes é que o acusado segurava uma bebida alcóolica de marca semelhante à que foi encontrada na casa da vítima. Além de possuir roupas idênticas às do qual aparece na filmagem. 

Quando interrogado pela polícia , Aldemir Dias relatou o sexual casual com a idosa, porém, afirmou que teria sido consentido e que a deixou viva antes de sair da casa.  O homem foi preso e deve passar por uma audiência de custódia nesta quinta-feira (22). As apurações do caso serão feitas pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH). 

O corpo de Maria de Nazaré foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), e deve ser liberado para o velório da vítima que ocorre hoje. 

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL