CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Anvisa alerta sobre lotes falsificados de dois medicamentos

Os remédios Tysabri e Ozempic são indicados para esclerose e diabetes tipo 2.

O Liberal

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou, nesta sexta-feira (3), um alerta sobre os lotes falsificados de dois medicamentos. Um deles é o Tysabri, que tem natalizumabe como princípio ativo  é indicado para tratamento de esclerose múltipla. O outro medicamento que teve lote falsifcado é o Ozempic, de princípio ativo semaglutida, que é usado em pacientes adultos com diabetes tipo 2, em uso combinado com dieta e atividade física. 

No caso do Tysabri, a falsificação de lote FF00336, válido até janeiro de 2026, foi avisada à Anvisa pelo fabricante Biogen Brasil Produtos Farmacêuticos Ltda, comunicar à Anvisa a identificação, no país, da falsificação do produto biológico Tysabri (natalizumabe). De acordo com o laboratório Biogen, o lote foi produzido para fins institucionais e não comerciais, e tem características divergentes das constantes no medicamento original, vendido nas farmácias. 

image Embalagem do Tysabri contém erros de ortografia e diferença de cores e de fonte em relação à original. (Divulgação da Anvisa)

O lote FF00336 possui erros de ortografia do endereço da empresa responsável pela importação e distribuição do produto no país, diferença na cor da faixa laranja e azul da embalagem, formatação das letras e ausência da inscrição em braile na embalagem.

Já sobre o Ozempic, a Anvisa foi comunicada pelo fabricante do produto biológico Ozempic (semaglutida), a Novo Nordisk Farmacêutica do Brasil Ltda, identificou o lote falsificado LP6F832, com validade até novembro de 2025, que circula no mercado brasileiro.

A agência publicou as Resoluções 3.874/2023 e 3.945/2023, que determina a apreensão e a proibição de comercialização, distribuição e uso dos lotes mencionados do Tysabri e do Ozempric. 

VEJA MAIS:

image Anvisa proíbe importação de cannabis in natura e partes da planta
A planta é popularmente conhecida como maconha

image PF prende jovem de 19 anos por venda de cigarros eletrônicos
Venda do produto é proibida no Brasil desde 2009 e a pena pode chegar a cinco anos de prisão

image Injeção contra o ‘colesterol ruim’ é aprovada pela Anvisa
O medicamento impede a produção da proteína relacionada a condição e deve ser aplicada a cada seis meses

image Farmácias recebem autorização para fazerem exames; confira a lista
Até o momento, a Anvisa permitia que as farmácias realizassem apenas dois tipos de exames clínicos: testes de covid-19 e glicemia

A Novo Nordisk publicou no site da empresa uma orientação ao público para desconfiar de preços abaixo do mercado, pontos de vendas não tradicionais e destacou que o Ozempic é vendido apenas em canetas pré-preenchidas injetáveis. 

Orientações

A Anvisa recomenda que a população e os profissionais de saúde somente adquiram medicamentos em estabelecimentos regularizados, sempre na embalagem completa e com nota fiscal. 

Em caso de suspeita de remédio falsificado, o produto não deve ser usado e o caso deve ser comunicado à Anvisa, preferencialmente pelo sistema Notivisa, no caso de profissional de saúde, enquanto os pacientes devem avisar à ouvidoria, por meio da plataforma FalaBR, com login (CPF) e senha cadastrados no portal gov.br. A agência ta,bém possui a central telefônica 0800-6429782, disponível das 7h30 às 19h30, de segunda a sexta-feira, exceto feriados, com ligação gratuita para todo o Brasil.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL