Pinduca, cantor e compositor

Redação Integrada

Aurino Quirino Gonçalves ou simplemente Pinduca nasceu em 4 de junho de 1937, no município de Igarapé-Miri, no nordeste paraense. Cantor e compositor, iniciou a carreira aos 14 anos e é considerado por muitos o Rei do Carimbó, com mais de 40 anos de carreira, mais de 30 discos gravados e apresentações em todo o Brasil e pelo exterior, em especial a Alemanha.

Membro de uma família de músicos, Pinduca possui raízes e influências de vários ritmos musicais — carimbó, lambada, siriá, sirimbó, cúmbia e merengue — e faz parte de uma geração de músicos que misturou os ritmos paraenses com outros elementos, tornando as canções populares em sucessos do rádio. 

"Dança do Carimbó", "Carimbó do Macaco", "Sinhá Pureza" e "Garota do Tacacá" são algumas das dezenas de canções e sucessos de Pinduca, com destaque para a "Marcha do Vestibular", canção praticamente obrigatória para todos os calouros paraenses quando são aprovados no vestibular.

Em 2017, o álbum "No Embalo do Pinduca" foi indicado ao Grammy Latino na categoria de Melhor Álbum de Raízes Brasileiras.

Na campanha Belém Pra Ver e Sentir o cantor e compositor escolheu a PRAÇA BATISTA CAMPOS como lugar favorito na capital paraense e revelou que não resiste a um PIRARUCU FRITO e se tiver açaí fica melhor ainda!

GALERIA

Praça Batista Campos

Belém Pra Ver e Sentir
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!