Jorge Eiró, artista plástico, arquiteto e professor

Redação Integrada

O artista plástico, arquiteto e professor Jorge Eiró é paraense natural de Belém, nasceu em 1960 e atualmente dirige a Casa da Memória.

Já realizou exposições individuais, como "Jorge Eiró" (1987), “Solo” (1990), “Idade Mídia” (1994), “Exegese” (1996) e “Cartografias” (2002), e participou de diversas exposições coletivas nacionais e internacionais, entre elas “VIII Salão Nacional” (Rio de Janeiro, 1985), Salão de Arte Contemporânea de Pernambuco (Recife, 1987), “Art in Paradise” (Miami e Washington - USA, 1992), “Graphos” (Brasília, 1993), “Painel da Arte Contemporânea Brasileira” (São Paulo, 1994), “Pará Hoje” (Belém, Fortaleza e Brasília, 1996) e “Dentro/Fora” (São Paulo, 2002), além de vencer premiações no Salão Arte Pará e no Salão de Arte Contemporânea do Maranhão.

Jorge é também um dos membros do Conselhos Curadores da Galeria de Arte da Universidade da Amazônia (Unama) e do Museu de Arte do Centro Cultural Brasil-Estados Unidos (CCBEU), tendo executado diversas ações curatoriais em exposições realizadas em Belém.

Na campanha Belém Pra Ver e Sentir, Jorge Eiró escolheu o RIO GUAMÁ como um dos lugares favoritos na capital paraense.

GALERIA

Rio Guamá

Belém Pra Ver e Sentir
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!