Astrólogo afirma que em 2022 é preciso cuidar da saúde mental

Rui Paiva afirma que haverá coisas boas no ano, como influência astral para o equilíbrio entre trabalho e relaxamento

Eduardo Rocha / O Liberal
fonte

Para o astrólogo Rui Paiva, o primeiro aspecto relevante a ser considerado no ano novo, a partir de aspectos astrológicos entre os planetas, é quanto à saúde mental das pessoas. “É importante estar preparado para instabilidades, estresses, desequilíbrio na forma de lidar com os problemas do cotidiano. Isso poderá, inclusive, refletir na saúde física. Por isso, a dica será manter o equilíbrio com os reveses e viradas de mesa. Apesar de ser importante o planejamento para os projetos e trabalhos, esteja preparado para mudanças repentinas”, pontua.

Paiva explica que o ano terá oito planetas retrógrados e isso poderá gerar lentidão em alguns setores, como a economia e até em processos judiciais. Ao mesmo tempo, algumas pessoas terão de enfrentar trabalhos em demasia. “Mas nem tudo serão somente notícias drásticas. Júpiter em Peixes e Áries em 2022 darão um alento interessante para esses dois signos e também para os outros. A natureza e a busca pelo equilíbrio entre trabalho e relaxamento para o corpo serão necessárias. Algumas viagens e o contato significativo das pessoas com novas amizades e também com o meio ambiente natural poderá ajudar bastante na saúde mental”, afirma Rui Paiva.

image Saiba quem vai vencer a Copa e as eleições, segundo Pai Chico
Pai de santo afirma que o ano de 2022 vai exigir equilíbrio por parte dos cidadãos no mundo

image Tarô alerta para a pandemia e tensão política no ano que se inicia
Fátima Mendes prevê 'aumento na incidência de novos casos' de covid-19 no 2º semestre

Outro detalhe interessante, como frisa o astrólogo, será “a ratificação da fé, independentemente da crença”. “Ajudar causas sociais e pessoas que estão, muitas vezes, ao lado e que necessitam de apoio será importante para o coração. A ressalva, no entanto, será decidir em alguns momentos ou a partir de situações comuns como uma simples discussão, entre a emoção ou a razão. A tendência, devido ao posicionamento de Júpiter, é descambar pelo lado emocional e isso pode não ser bom. O importante é não perder o foco e agir observando a conjuntura e a realidade, sobretudo, em janeiro e fevereiro”.

Natureza

Em especial com Júpiter em Peixes, a tendência é aumentar o índice pluviométrico dos rios e do mar no meio urbano e rural. Os empresários do agronegócio e os produtores rurais devem estar preparados para lidar com situações de alagamento e de chuvas acima do normal em regiões do Brasil. No meio urbano haverá enchentes e, com isso, podem ser abaladas estruturas de infraestrutura importantes. Até certo ponto onde há pontos corriqueiros de alagamento, esses poderão ser elevados demais em 2022.

Instabilidade política

“Será um ano, em grande parte, de instabilidade política. Os embates entre os poderes continuarão, e será necessário consciência de dirigentes para entenderem os limites constitucionais. Saturno forçará o Governo Federal a mostrar o que tem de melhor, porém Saturno cobrará a relação entre ações e resultados, entre erros e acertos. Haverá responsabilidades de quem fez ou se omitiu. Haverá um grande questionamento da gestão, doa a quem doer”, salienta Paiva.

O único período razoável poderá ser entre março e abril, quando Júpiter dá uma mãozinha ao País. A última vez foi em 2010 e o Brasil nesse período cresceu muito, nos últimos 24 anos. “Não sei bem ao certo em 2022, diante do quadro de Saturno exigindo resultados positivos da atual gestão”, acrescenta.

Eleições

A tendência, como destaca Rui Paiva, é transcorrer dentro da normalidade, pois há alguns aspectos astrológicos que favorecem, mas um eclipse no dia 25 de outubro poderá provocar situações impensadas de eleitores e de agentes e causar atitudes extremistas. “Se não houver sensatez dos três poderes poderá ocorrer conflitos. E outro eclipse ocorrerá em Sagitário, dia 8 de novembro, provocando instabilidade. Isso ratificará a necessidade de atitudes institucionais de maneira firme”, enfatiza.

Pandemia

Rui Paiva destaca que “continua a pandemia”. “A esperança agora ajudada com Júpiter em Peixes com apoio de outros aspectos positivos de astros, recairá mais uma vez na ciência. Novos medicamentos e formas de controle podem trazer esperança. Lembrando que o mesmo trânsito que traz instabilidade ao Brasil, ou seja, Urano e Saturno, podem trazer instabilidade ao planeta e em alguns momentos a situação voltar a sair do controle”.

Mercúrio

O astro regente do ano é Mercúrio (Zodíaco Ocidental). Isso dará à comunicação mais força, porém isso requererá mais paciência e prudência ao emitir informações e recebê-las, ressalta Paiva. “Ler, certificar a veracidade, ser prudente antes de divulgar seja o que for, será muito importante. Há necessidade de evitar mais contaminação onde já há contaminação. E Mercúrio ficará 4 vezes retrógrado acendendo o sinal de alerta. E com isso as comunicações, telefonia, transporte, estradas, eletrônicos, correios podem sentir bastante.  Preste atenção nas seguintes datas: 14/01 a 04/02; 10/05 a 03/06; 10/09 a 22/10 e 29/12 a 18/01/2023”.

Uma dica que o astrólogo dá é a de se manter a concentração e o foco no que está desenvolvendo. “Sugiro a todos procurar manter o pensamento positivo no ano de 2022. Afaste os pensamentos negativos e procure entender que isso só atrapalha quem pensa. Agir com prudência e entender que as fases difíceis irão passar e por isso a sensatez é um dos caminhos. Quem puder procurar terapias alternativas como ioga, massagens, alinhamentos dos chacras entre outros, é um caminho excelente”, finaliza.

Palavras-chave

Astral
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!