Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Bragança no Pará: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer na cidade

A dica de lazer para o final de semana paraense é Bragança; saiba os detalhes de como ir

Paula Figueiredo

Seja conhecendo balneários, viajando para as ilhas ou até mesmo indo visitar algumas atrações turísticas de Belém, todo paraense gosta de tirar um dia para desbravar as belezas da capital e das demais cidades do Estado. Pensando nisso, a dica de lazer do final de semana de Oliberal.com é Bragança, também conhecida como a "Pérola do Caeté", por estar à margem esquerda do rio. A cidade é uma das mais antigas do Pará e carrega na sua história os resultados da colonização portuguesa. Confira os detalhes de como ir, o que fazer e onde ficar

VEJA MAIS

Farinha de Bragança agora é Patrimônio Cultural do Estado
Lei foi publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira

Como ir para Bragança?

Bragança fica a quase 220km de Belém, em uma viagem que pode durar de 3h30 a 4h. O trajeto pode ser feito de ônibus, saindo do terminal rodoviário; veículo particular; vans, encontradas nos arredores de São Brás e Almirante Barroso ou transfer.

Mosqueiro: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é a Ilha de Mosqueiro; saiba os detalhes de como ir

Ilha de Cotijuba: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é a Ilha de Cotijuba; saiba os detalhes de como ir

Algodoal: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é a Ilha de Algodoal; saiba os detalhes de como ir

Quanto custa a passagem para Bragança?

O preço depende do meio de locomoção escolhido, na maioria das vezes as vans são mais baratas e os transfers mais caros. Neste mês de abril de 2022, a passagem de ônibus na Rodoviária de Belém custa R$ 54

O que fazer em Bragança?

Visitar o centro histórico

Igreja São Benedito. (Foto: Site Minutube / Antonio Athayde)

Digno de cenário de novela, é no centro histórico de Bragança que ficam as edificações mais antigas da cidade, como a igreja de São Benedito e a catedral de Nossa Senhora do Rosário. Além disso, as ruas são dispostas de pequenos prédios, palacetes e praças, todos marcados pela colonização portuguesa, representada na estética das fachadas e azulejos

Ir na praia de Ajuruteua e Vila dos Pescadores

Vila dos Pescadores em Ajuruteua. (Foto: Instagram @kiallrestaurantepousada)

A 36 km de Bragança, a Praia de Ajuruteua é uma ótima pedida para quem quer aproveitar um dia de sol regado de bebida gelada para refrescar, peixes e mariscos da região e água do mar. O lugar é dito como um dos mais belos do nordeste paraense, ideal para ver o nascer e o pôr do sol. Outro ponto apaixonante também em Ajuruteua é a Vila dos Pescadores, um lugar com paisagem paradisiaca e moradores receptivos.

Conhecer a Casa da Farinha e a Cerâmica da "Vila Que Era"

Cerâmicas sendo produzidas na Vila Que Era. (Foto: Instagram @panelasvilaqueera)

Todo bom paraense já ouviu falar da famosa farinha de Bragança, conhecida pela crocância dos bagos. A Casa da Farinha é um dos locais que os turistas podem conhecer todo o processo de fabricação e de quebra levar para casa alguns quilos de farinha. Outra parada obrigatória para quem visita a região e gosta de artesanato é conhecer a família da Vila Que Era.  Ao visitar, o turista pode conferir o processo de modelagem, conhecer um pouco a história dos artesões de xícaras, panelas, vasos, e comprar peças de lembrança. 

Mergulhar na Lagoa Azul

Balneário Lagoa Azul, a 25 minutos de Bragança. (Foto: Instagram @guarimahosteltur)

Já pensou em se refrescar em uma água doce, geladinha e azul? É exatamente isso que o exuberante balneário Lagoa Azul oferece para os seus visitantes. O local, que fica na Comunidade do Tamatateua, em um trajeto que dura cerca de 25 minutos do centro de Bragança, é ideal para aqueles que procuram por cliques em meio a natureza e um bom banho

Mirante São Benedito

Estátua de 16m de São Benedito. (Foto: Site Minutube / Antonio Athayde)

O fim de tarde na cidade pode ser muito bem aproveitado no Mirante de São Benedito, bem abaixo da estátua de 16m de altura do São Benedito, santo que deu origem a maior festividade do município.

Outros lugares para visitar

A Prefeitura de Bragança disponibilizou um guia turístico oficial em PDF para os turistas que vão visitar a cidade, confira neste link.

Onde se hospedar em Bragança?

Kiall Pousada e Restaurante

Pousada Kiall na Vila do Pesqueiro. (Instagram @kiallrestaurantepousada)

Localizada na Vila dos Pescadores, a pousada Kiall oferta uma hospedagem rústica, que remete ao estilo do cotidiano dos próprios moradores. O estabelecimento fica bem à beira mar, tem restaurante próprio, passeios turísticos, fogueira durante a noite e muito conforto.

Pousada Ajuruteua

Pousada Ajuruteua na beia do mar. (Foto: Instagram @pousadaajuruteua)

Uma das mais populares da vila, a Pousada Ajuruteua fica bem na beira do mar e promete hospedar tanto famílias quanto amigos que desejam economizar na estadia. 

Guarimã Hostel e Turismo

Pousada e Hostel Guarimã, ideal para quem viaja sozinho. (Foto: instagram @guarimahosteltur)

Outro que promete qualidade e conforto é Guarimã Pousada e Hostel. Lá, o cliente pode desfrutar da experiência de quartos compartilhados, uma ótima alternativa para aqueles que gostam de viajar sozinhos, área de café da manhã, piscina e pacotes de turismo pela região. 

Hotel Solar do Caeté

Hotel Solar do Caeté às margens do rio. (Foto: Instagram @hotelsolardocaete)

Às margens do rio Caeté, o Hotel Solar do Caeté oferece uma vista privilegiada para o rio e uma estética de casarões antigos. Além das acomodações, o estabelecimento também é um dos restaurantes conhecidos da região e tem no cardápio tanto comida regional quanto portuguesa. 

Onde comer em Bragança?

Salgateua

Salgateua é parada obrigatória para quem procura por lanches. (Foto: Instagram @salgateua)

O Salgateua é um dos estabelecimentos mais conhecidos de Bragança e dito como parada obrigatória dos turistas e moradores. O local tem uma grande variedade de esfihas, empadas e salgados fritos e assados. Um dos mais conhecidos por lá é o Bragantino, uma massa com camarão seco, requeijão e jambu no tucupi.

Casa Jambu Resto

 O espaço Casa Jambu Resto é ideal para curtir com a família e amigos. (Foto: Instagram @casajamburesto)

A Casa Jambu Resto é um dos restaurantes mais novos da região. Ele é conhecido por ser um lugar sofisticado, com drinks e pratos mais elaborados, ótimo para quem busca um jantar em família ou um encontro com os amigos. Além disso, os clientes podem se divertir com show ao vivo e rodízio de pizza e churrasco. 

Maria Bonita Resto e Eventos


 O tradicional Maria Bonita Resto é conhecido pelas comidas típicas do nordeste. (Foto: Instagram @mariabonitaresto)

Maria Bonita Resto e Eventos é um espaço tradicional de Bragança e oferece para os clientes uma variedade de comida nordestina, drinks, pizza e caldos variados para curar a ressaca. 

(Estagiária Paula Figueiredo, sob supervisão de Tainá Cavalcante, editora web de OLiberal.com)

Verão Liberal
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!