CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Fã vira influencer do Rainha das Rainhas com 9 mil seguidores no Instagram

O perfil @eternas.rainhas foi criado por Yuri Mendes e conta com a colaboração das candidatas e de profissionais que trabalham no concurso

Enize Vidigal
fonte

O Rainha das Rainhas do Carnaval, que chega à 75ª edição este ano, ocupa o imaginário da população paraense há várias gerações. O profissional de Tecnologia da Informação Yuri Mendes, de 33 anos, é um dos admiradores do concurso que se tornou um verdadeiro influencer digital especializado no assunto. No perfil do Instagram @eternas.rainhas ele posta fotos, vídeos, novidades, flagrantes de bastidores, resgate de imagens antigas e reproduz publicações de veículos de comunicação prestando um verdadeiro serviço à memória do maior concurso de fantasia e beleza da Amazônia nas redes sociais.

Além disso, o perfil é um canal seguido por muitas das próprias candidatas, de várias edições do Rainha das Rainhas, e alimentado com a colaboração de muitas delas. O @eternasrainhas acabou se tornando um ponto de encontro virtual delas, um memorial do concurso e, ao mesmo tempo, uma referência para quem quer pesquisar as fantasias e o desempenho das campeãs a fim de se tornar a futura Rainha da Rainhas do Carnaval.

Atualmente, o perfil possui 9 mil seguidores e costuma ampliar esse público a cada edição do Rainhas das Rainhas. A expectativa para este ano é ainda maior após dois anos sem edições devido à pandemia pela Covid-19.

“A vida toda acompanho o Rainha das Rainhas, como todo o paraense”, conta. Ele é o tipo de fã que não se contenta em assistir a transmissão pela televisão, pois marca presença no local do desfile a cada edição. Em 2014, ele iniciou o projeto de postagem de conteúdo sobre o concurso no Facebook. Um ano depois, ele migrou para o Instagram.

“Tudo começou em anos acompanhando e incentivando rainhas”. Yuri relata que costuma incentivar amigas a buscarem se candidatar pelos clubes ou, ainda, faz amizade com elas nos ambientes do concurso. “Praticamente todo o ano tenho uma amiga que participa. Eu incentivo, elas embarcam na onda e vão”.

image Thalita posando para Yuri, do Instagram @eternasrainhas (Cristino Martins/ O Liberal)

 

“As rainhas me pedem para acompanhar nos coquetéis e eventos promocionais do concurso, é aquela loucura. Fico com o dever cumprido por ter ajudado de alguma forma. Já perdi a conta de quantas candidatas acompanhei”, recorda. Ele já faz isso há dez anos. “Eu sou amigo de muitas delas e já consegui reunir mais de 20 (candidatas de diferentes edições) para fazer fotos no Portal Amazônia, em 2016”.

Dentre as que Yuri acompanhou, ele assistiu de perto a vitória de pelo menos duas: Ingrid Paola, do Grêmio Literário Português, que venceu em 2014; e Dayane Dourado, da Tuna Luso Brasileira, que venceu em 2015.

Perfil

 “Comecei no Facebook, eu ia postando fotos e vídeos, recebia colaborações. Ao longo do tempo foi crescendo. Em 2014, perdi o acesso dessa conta. Em 2015, criei o Instagram”.

O perfil virou uma referência de concursos de beleza. Além de postar sobre o Rainha das Rainhas, tornou-se vitrine para a divulgação de candidatas de vários concursos de beleza, como o Garota Verão e outros, inclusive, realizados pelo interior do estado. As divulgações no Eternas Rainhas são gratuitas.

A Rainha das Rainhas de 1999, Geruzah Souza, do Clube do Remo, foi uma das amigas de Yuri que incentivou a criar o perfil Eternas Rainhas. “A maioria das Rainhas e dos profissionais do concurso (estilistas, coreógrafos, designers, escultores e outros) têm pouco conteúdo guardado, como fotografias e recortes de jornais, porque perderam com o tempo, mas eles me enviam o que ainda têm para postar”.

Entre o histórico do concurso narrado pelo Eternas Rainhas está uma homenagem póstuma a Adenirson Lage, colunista de O Liberal falecido em 2022, que teve um papel importante na realização do concurso por longo período. As palavras emocionadas de Yuri indicam que ele não só acompanhou de perto a atuação de Adernison por muito tempo, como ele traduz o sentimento das candidatas em relação à perda.

“Adenirson Lage foi, por mais de três décadas, o coordenador-geral dos concursos Garota Verão e Rainha das Rainhas. Ele não media esforços para ajudar quem precisasse, principalmente as lindas moças que, nervosas, ele sempre dava força para que realizassem um maravilhoso desfile. Ele conquistou o carinho enorme de todas elas. Ficou a lembrança da pessoa maravilhosa que ele foi. E sempre será lembrado por todas as meninas que conduziu nos concursos”.

Rainhas
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!