Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Morre um dos netos de Lula, que vai pedir autorização para ir ao sepultamento

Arthur Araújo Lula da Silva, de 7 anos, era filho de Sandro Luis Lula da Silva

Agência Estado

Um neto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva morreu nesta sexta-feira, dia 1º, no Hospital Bartira, em Santo André, no ABC paulista, onde foi internado pela manhã com sintomas de meningite. Arthur Araújo Lula da Silva, de 7 anos, era filho de Sandro Luis Lula da Silva, um dos três filhos do ex-presidente com a ex-primeira-dama Marisa Letícia.

Leia mais:

Parlamentares e líderes políticos desejam condolências a Lula por morte de neto

Preso na superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde abril do ano passado, no âmbito da Operação Lava Jato, Lula deve solicitar a saída da prisão para acompanhar o velório do neto, segundo apurou reportagem do jornal O Estado de S. Paulo.

Em janeiro passado, no entanto, a juíza Carolina Lebbos, responsável pela execução da pena do ex-presidente, negou o pedido dele para ir ao sepultamento do irmão Genival Inácio da Silva, o Vavá. A defesa de Lula teve de recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir o direito, mas a decisão só saiu momentos antes do sepultamento do corpo de Genival e o ex-presidente não deixou a superintendência da PF. O ministro Dias Toffoli permitiu apenas que Lula se encontrasse com familiares em uma unidade militar.

A Polícia Federal foi informada da morte de Arthur e já trabalha com a possibilidade da defesa do ex-presidente obter o direito de Lula ir ao velório.

Palavras-chave

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA