Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Filho do presidente se indigna com corrente de ódio contra o pai

Flávio vai às redes sociais para dizer que Bolsonaro tem sido vítima de ‘hipócritas’

O Liberal

Após ser internado com suboclusão intestinal, o presidente Jair Bolsonaro recebeu a defesa do filho, o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ). O parlamentar contestou os que dizem que o pai realiza campanha de ódio, e disse que o presidente sim, “é a vítima do ódio de um ex-militante do Psol e de mal amados hipócritas desejando sua morte”. A referência é a Adélio Bispo de Oliveira, que o esfaqueou o presidente em 2018.

Na manhã desta segunda-feira (3), o termo “fakeada” chegou a ficar entre os mais citados no Twitter. O termo trata sobre uma teoria conspiratória de que o presidente não sofreu um atentando em 2018.

Na postagem, Flávio afirma que “graças a Deus meu pai passa bem! Cada vez que ele passa por isso é impossível não se indignar com a mentira de que Bolsonaro tem discurso de ódio, quando na verdade ele é a vítima do ódio de um ex-militante do Psol e de mal amados hipócritas desejando sua morte”. Adélio Bispo foi filiado ao Psol entre 2007 e 2014. O atentado contra o Bolsonaro aonteceu em 6 de setembro de 2018, durante a campanha presidencial.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA