Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Brazil Lab: Bioeconomia é tema de painel em evento com participação do Governo do Pará 

O debate ocorreu no segundo dia do evento, nos Estados Unidos 

O Liberal

O segundo dia do evento Brazil Lab - Conferência Amazonian Leapfrogging, realizado na Universidade de Princeton, em Nova Jersey, nos Estados Unidos, teve como destaque a pauta da bioeconomia, na tarde desta sexta-feira, 6. No painel temático 'Alavancando a bioeconomia amazônica' participaram Salo Coslovsky (NYU/Amazônia 2030), Marcelo Behar (Natura), e Juliana Santiago (Emergent), tendo como moderador Beto Veríssimo (Imazon/Amazônia 2030). 

No primeiro dia de evento, o governador Helder Barbalho anunciou para o público do evento o que classificou como significativos avanços que o Pará alcançou nos últimos dois anos na construção da política climática e ambiental no âmbito do Plano estadual Amazônia Agora (PEAA).

“Nós apostamos na bioeconomia como um fator muito importante para garantir renda, valorizar os povos e comunidades tradicionais de forma a manter a floresta de pé. Importantes passos já foram dados. Ainda no ano passado, por ocasião do Fórum Mundial de Bioeconomia, apresentamos a estratégia de bioeconomia e mais recentemente instauramos o grupo de trabalho da bioeconomia que irá elaborar, de forma colaborativa, com a participação de mais de 40 instituições, entre representantes de Ongs, iniciativa privada e setor público, por exemplo, o Plano Estadual de Bioeconomia. E ainda vamos estruturar o Parque da Bioeconomia”, elencou o governador do Pará, Helder Barbalho.

No Pará, de acordo com o governo estadual, a bioeconomia vem sendo tratada como uma ferramenta de transformação do desenvolvimento na Amazônia, "capaz de propor novos modelos de geração de renda e desenvolvimento socioambiental em consonância com a valorização das comunidades e da tradição de quem habita na floresta", afirma a assessoria de comunicação. 
"A bioeconomia no Pará está presente no Plano Estadual Amazônia Agora (PEAA), por meio do eixo ‘Desenvolvimento Socioeconômico de Baixo Carbono’ que estabelece estratégias e programáticas sob a perspectiva de soluções baseadas na natureza, com valorização do conhecimento tradicional, garantia de inclusão social com promoção da qualidade de vida da população e conservação ambiental, contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico de baixo carbono do estado do Pará", informa ainda o Executivo estadual.

Brazil Lab

A iniciativa reúne estudantes, empresários, profissionais da área de inovação e tecnologia, entre outras formações, em um diálogo direto sobre estratégias de novos arranjos produtivos para uma economia limpa. O objetivo é visualizar esforços concretos para proteger a Amazônia para o Brasil e para o planeta.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA