Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Colaboradores de O Liberal recebem homenagens pelos 75 anos do jornal

Deputados participaram da sessão especial na Alepa e falaram sobre reinvenção do jornal e compromisso com a informação

Natália Mello / O Liberal

O compromisso com a população e a busca incansável por levar informação com qualidade e de fácil acesso ao leitor foram os principais destaques durante a sessão especial em  homenagem pelos 75 anos do Jornal O Liberal, ontem, no plenário da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa). Iniciativa do deputado Gustavo Sefer (PSD), a proposição foi aprovada por unanimidade pelos parlamentares da Casa e, durante a cerimônia, contou com a presença do presidente do Legislativo paraense, Chicão (MDB), e os deputados Raimundo Santos (Patriota) e Igor Normando (Podemos). Mais de mais 40 colaboradores foram homenageados, de todos os setores que fazem o jornal: redação, impressão, setor administrativo, entre outros.

O evento contou ainda com a participação de Vera Oliveira, titular da pasta de Comunicação do Estado do Pará, representando o governador do Pará, Helder Barbalho; da procuradora Ana Maria Magalhães, representando o Ministério Público do Estado do Pará (MMPA); e de Calilo Maiorana Kzam, que compareceu em nome de Rosângela Maiorana, vice-presidente do Grupo Liberal.

Ao dar início à sessão especial, Chicão falou sobre a importância de, para além de homenagear, reconhecer o trabalho realizado pelo grupo ao longo dos anos. "Precisamos falar sobre a capilaridade do jornal e pela capacidade de divulgar também as coisas positivas do Estado do Pará. Além disso, podemos destacar a evolução do impresso para as plataformas de multimídia, ou seja, o jornal vem inovando com um moderno jornalismo, sendo fonte de informações, mantendo a sociedade informada, inclusive nós, parlamentares”, disse.

A mesa formada na tribuna contou com a presença do presidente Executivo do Grupo Liberal, Ronaldo Maiorana, que, em seu discurso, lembrou o texto do editorial sobre a missão da empresa, publicado na edição de maio de 1966, quando seu pai, o jornalista Romulo Maiorana, adquiriu o jornal. Àquela altura, a proposta já carregava o interesse em entregar aos leitores um jornal moderno e vibrante, e que atendesse às aspirações do povo paraense de forma legítima.

Veja as imagens

sessão especial na alepa 75 anos o liberal

"Desde o início, buscamos levar aos  leitores um jornal que venha a servir a terra e a gente do Pará. Agora seguimos o mesmo princípio, mas em multiplataformas. O que nos interessa é o desenvolvimento e o progresso do Pará e do Brasil. Por isso, mantemos o nosso compromisso com os legítimos interesses da sociedade e levando o fato, o jornalismo com a verdade e a pluralidade de vozes e opiniões com os colunistas e articulistas”, declarou Ronaldo Maiorana.

O proponente da sessão, deputado Gustavo Sefer, aproveitou a oportunidade para lembrar, também, do pai de Ronaldo, considerado pioneiro no jornalismo paraense. “Não tive o prazer de conhecer, mas quero ressaltar o motivo de hoje o Jornal fazer 75 anos, que é o Romulo Maiorana. Sabemos que oferecer um jornal com papel, impressão, e informação de qualidade faz com que os outros grupos queiram chegar também nesse padrão. O mesmo ocorre agora, em multiplataformas. Aproveito ainda para homenagear a dona Lucidéa e parabenizar a história da família Maiorana. É importante ainda reconhecer também quem faz esse trabalho, porque o Jornal faz parte das nossas vidas. Então, vida longa ao Grupo Liberal, que possamos continuar trabalhando e informando a população”, finalizou.

O deputado Igor Normando ressaltou que, em 75 anos, o jornal vem trilhando novos caminhos aliado à antigos ideais. O parlamentar falou ainda sobre a liberdade de imprensa mantida pela empresa e a possibilidade de relatar informações de diversos segmentos da sociedade de forma imparcial.

“O que sintetiza essa reinvenção do jornal, que falamos tanto hoje, é você ter novos caminhos para antigos ideais. O Liberal, como o nome diz, mantém a sua liberdade de imprensa, permitindo que seu corpo jornalístico possa fazer suas matérias de forma que as pessoas possam ler e tomar suas decisões. Em tempo de muita fake news, O Liberal se torna uma vanguarda em defesa da mídia verdadeira, onde que os leitores podem se informar da melhor maneira possível. Esse é o papel fundamental do jornal”, concluiu Igor.

Também presente na sessão, o deputado Raimundo Santos destacou a função do jornal de dar voz à população. “É um instrumento de comunicação, um canal de interação não só com o parlamento, mas com a sociedade, com diversos órgãos do Estado. A sessão especial ter sido aprovada por unanimidade comprova que o Legislativo reconhece o jornal como esse instrumento de interação e que dá voz para quem não tem voz”, analisou o parlamentar, que também teve o requerimento de votos de aplausos para os 75 anos do Jornal O Liberal aprovado na Alepa.

Funcionário do Grupo Liberal há 15 anos, William dos Santos Lima, que exerce a função de vigia, considera justa a homenagem ao grupo de comunicação e comemorou a homenagem que recebeu como parte dos 17 anos da empresa. "É merecida a homenagem, por tudo o que o jornal fez e faz pela sociedade paraense e pelo Brasil. Me senti muito honrado em ser homenageado e fiquei feliz por todos os que foram homenageados também. Que a gente tenha mais 75 anos pela frente, trazendo notícias atualizadas para toda a população de Belém, do Pará e do mundo!", desejou.

Política
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍTICA

MAIS LIDAS EM POLÍTICA