logo jornal amazonia

Operação Tailândia Segura prende 'Pablo Escobar' no nordeste paraense

Cerca de 300 pedras de oxi, 38 g de maconha e munições também foram apreendidas

O Liberal
fonte

Uma família composta por traficantes foi presa em flagrante durante a operação Tailândia Segura na noite deste sábado (05). O 45º Batalhão de Polícia Militar apreendeu, além dos suspeitos, mais de 300 pedras de oxi. As informações são do Portal Tailândia. 

A prisão da família foi realizada após José Edilson de Souza e Geilson Santos de Sousa tentarem fugir ao avistarem a polícia, que realizava rondas no residencial Arboreto. Sem sucesso, os homens foram alcançados pela PM.

Durante a perseguição, José e Geilson teriam tentado se desfazer de 40 papelotes de oxi, mas na abordagem, confessaram o ocorrido e informaram o local onde adquiriam o entorpecente.

A Polícia dirigiu-se até o local informado, cercou a residência, e bateu no portão. Maria Domingas Almeida Pereira autorizou a entrada da PM e, na casa, foram encontradas três munições calibre 32.

Na residência ainda estariam William Pereira Pantoja, conhecido como ‘Pablo Escobar de Tailândia’, Welington dos Santos Pantoja, companheiro de Maria Domingas, e Vera Lúcia Silva Pantoja, companheira de William.

William confessou ter vendido a droga para José e Geilson e ter mandado a mãe, Maria Domingas, entregar o entorpecente aos dois. O jovem ainda revelou aos policiais ter 270 papelotes de oxi enterrada no quintal e 38g de maconha na geladeira.

Os acusados e os materiais apreendidos foram conduzidos a delegacia de Polícia Civil para os procedimentos legais.

A reportagem de O Liberal solicitou posicionamente às Polícias Civil e Militar para saber mais detalhes sobre o caso e aguarda retorno.

Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA