Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

'Irmãos metralha' são presos por tráfico de drogas, com 420 pedras de oxi

A Polícia Civil do Pará chegou aos suspeitos por meio de denúncia anônima

O Liberal

​A Polícia Civil do Pará (PCPA) prendeu três irmãos suspeitos de tráfico de drogas, ​na ​Vila Taquandeua, zona rural de Bragança, nordeste do Pará. O caso ocorreu na última terça-feira (26), após um trabalho do setor de inteligência da PCPA, que monitorou o movimento dos suspeitos depois de uma denúncia de que os "irmãos metralha" estavam comercializando drogas na comunidade. As informações são do site Debate Carajás.

VEJA MAIS

Homem é preso por tráfico de drogas em Aurora do Pará
Com o acusado a polícia encontrou 32 porções de oxi embaladas em sacos plásticos

Policiais militares prendem suspeito de tráfico de drogas, em Capanema
Os militares apreenderam quatro porções de oxi e também um celular

Homens batem caminhonete e espalham 226 kg de drogas em estrada
Polícia informou que precisou acionar outro veículo para recolher toda a maconha do local

Segundo informações da PC, o trio ainda tentou escapar ao ver a viatura, mas os policiais foram rápidos e todos foram capturados. Com eles, os policiais civis encontraram e apreenderam 420 pedras de oxi, um prejuízo estimado em R$ 4,2 mil para os criminosos, segundo a PC.

Os três suspeitos foram encaminhados à unidade policial e autuados, em flagrante, pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico de entorpecentes. Agora, eles estão à​​ disposição da Justiça.

Saiba como denunciar

Qualquer informação que ajude a polícia a elucidar crimes, pode ser repassada para o número do Disque-Denúncia, através do número 181. Não é preciso se identificar.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA