Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Casal é preso por permitir que filha fosse estuprada em troca de dinheiro

A menina era levada pelos próprios pais até a residência do estuprador

Com informações do portal Isto É

Um casal de São Luís, no Maranhão, foi preso esta semana por explorar sexualmente a própria filha, de 11 anos. As investigações coordenadas pela Polícia Civil de Buriti Bravo começaram em abril, após denúncia apresentada pelo Conselho Tutelar do município, de que a menina vinha sendo estuprada com o consentimento de quem deveria protegê-la. A equipe descobriu que eram eles que levavam a menina para a residência do estuprador e a entregavam em troca de dinheiro para o consumo de bebida alcoólica.

“A situação que nos deixou mais preocupados nesse caso é que os aliciadores eram os próprios pais. Eles, em troca de bebida alcoólica e de dinheiro, levavam a vítima a até a residência do estuprador, onde aconteciam os atos sexuais”, informou o delegado Carlos Eduardo, titular da Delegacia de Buriti Bravo.

A prisão dos dois ocorreu na última quarta-feira (28). Além da menina vítima de estupro, na casa da família havia outras duas crianças, uma de nove e outra de dois anos, que também sofriam maus-tratos e abandono por parte dos pais. 

O casal foi preso e deve responder pelos crimes de estupro de vulnerável, favorecimento à prostituição, abandono material e maus-tratos às crianças. O Conselho Tutelar foi acionado para acolher as outras crianças que moravam na casa. 

“Agora o Conselho Tutelar vai colocar elas com algum familiar próximo ou em uma família substituta, seguindo os procedimentos do Estatuto da Criança e do Adolescente. A situação dessas crianças é muito precária e sensível. Quando fomos fazer a prisão do casal, as crianças ainda nem tinham tomado café, e providenciamos alimento para elas. Uma situação calamitosa e traz um pouco de alento o fato de termos conseguido fazer cessar essas barbaridades que estavam acontecendo”, concluiu o delegado.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA