Álcool em gel apreendido pela Polícia Civil será distribuído entre órgãos de segurança e saúde

Funcionários de órgãos como a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Secretaria Estadual de Saúde receberão os mais de mil litros do material apreendido durante a operação "Usura"

Redação Integrada

Os mais de mil litros de álcool em gel, acondicionados em 241 vasilhames de cinco litros, apreendidos pela Polícia Civil durante a operação "Usura", na última sexta-feira (20), serão distribuídos entre os órgãos que compõem o sistema de segurança pública, Secretaria Estadual de Saúde e Secretaria Municipal de Saúde de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém.

Leia mais: Polícia fecha estabelecimento por venda abusiva de álcool em gel

De acordo com o delegado-geral da Polícia Civil, Alberto Teixeira, que fez o pedido de doação do material à Justiça, a apreensão vai beneficiar servidores que estão na linha de frente contra a pandemia do novo coronavírus. "Neste momento em que o álcool em gel é de extrema necessidade, temos de unir forças. Aproveito para agradecer o Poder Judiciário por ter tido a sensibilidade dessa decisão", afirmou o delegado.

Do total de recipientes, 60, que equivalem a 300 litros de álcool em gel, serão destinados à Secretaria de Saúde de Ananindeua. A mesma quantidade será destinada à Secretaria de Saúde do Estado. À Polícia Civil, foram encaminhados 120 carotes, que correspondem a 600 litros. Destes, 28 ficarão com o órgão e o restante será doado para os demais órgãos que compõem o sistema de segurança pública.

Serão distribuídos 25 carotes de cinco litros para a Polícia Militar, 10 para o Centro de Perícias Científicas (CPC) Renato Chaves, 15 para o Corpo de Bombeiros, 25 para a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), dois para a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Segup) e 15 para o Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran-PA).

 

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM POLÍCIA