Ex-Remo, atacante paraense vive drama com câncer do filho, mas revela melhora e faz rifa solidária

Patrick Maia passou sete anos no Leão, entre base e profissional, e estava jogando no futebol de Malta, na Europa, até decidir interromper a carreira no futebol para se dedicar ao tratamento do filho, de 2 anos de idade. Em entrevista exclusiva a O Liberal, o atleta conta como foi descobrir a doença e como tem sido o tratamento.

Fatos do dia