Diabetes: o que é, sintomas e tratamento

Doença pode causar infarto, derrame e feridas

Ana Paula Gama
fonte

O diabetes é uma doença crônica, que atinge cada vez mais pessoas no mundo. É causado por uma deficiência na produção ou na ação de insulina, hormônio que regula a quantidade de glicose no sangue.

O gastroenterologista Eden Akihito de Brito Tanaka explica que o diabetes é uma doença hereditária e pode ser classificada nos seguintes tipos: um, dois e gestacional.

“Tipo um, onde o corpo destrói praticamente todas as células produtoras de insulina e o paciente tem deficiência na produção, necessitando repor essa insulina desde a infância”, afirma o médico que atua no Hospital Beneficente Portuguesa.

O médico ainda acrescenta que no diabetes tipo dois o paciente tem produção de insulina, mas o faz de forma deficiente ou com resistência. Essa doença surge após os 30 ou 40 anos, principalmente em obesos.

image O médico Eden Akihito de Brito destaca as causas e os tipos de diabetes (Arquivo pessoal)

“E o diabetes geralmente é assintomático, mas pode apresentar os sintomas: quantidades excessivas de urina, boca seca e fome excessiva. Além disso, existem outros sintomas como fadiga, dor nas pernas, formigamentos, tonturas, alterações na visão e furunculose”, elenca Eden Akihito.

No início, essa doença é silenciosa e, quando é tratada, não causa grandes problemas. Porém, caso não receba o tratamento adequado, pode causar a degeneração de vários tecidos, principalmente da parede das artérias e do sistema nervoso periférico.

“Isso pode ocasionar derrames; infarto; insuficiência venosa dos braços e pernas; lesão na retina; insuficiência renal; perda da sensibilidade dos pés e feridas nas pernas, além de prejudicar o sistema imunológico”, comenta o gastroenterologista.

VEJA MAIS

image Varizes: veja os benefícios do tratamento com espuma
Veias podem causar vários danos à saúde, entre eles, úlceras venosas

Tratamento

O tratamento para o diabetes tipo dois é a cirurgia metabólica. Esse procedimento é recomendado para quem tem dificuldade de controlar a doença com medicação e sofre de obesidade.

“A cirurgia consiste na redução do estômago e no by pass intestinal de forma que estimula um aumento na produção de glicoproteína (GLP-1), que promove o estímulo na produção de insulina pelo pâncreas, revertendo o diabetes em até quatro ou seis semanas”, destaca o médico.

Esse tipo de tratamento é contraindicado para os seguintes casos:

- Pessoas com diabetes tipo um;

- Pessoas com Índice de Massa Corporal (IMC) abaixo de 30 kg/m2;

- Pessoas com distúrbio psicológico;

- Pessoas com menos de 16 anos.

Rotina saudável

O médico Eden Akihito ressalta que o paciente diabético precisa entender que os hábitos saudáveis são essenciais para controlar a doença.

“Deve se alimentar bem, com alimentos saudáveis e ricos em fibras, praticar atividade física regularmente e realizar o controle diário da glicose”, finaliza o especialista.

Em Belém, o Hospital Beneficente Portuguesa é referência no tratamento de diabetes. Clique aqui e saiba mais.

Serviço:

Complexo Hospitalar da Beneficente Portuguesa

Urgência e Emergência
Contatos: (91) 3215-4325 / (91) 3215-4414

Unidade Hospital São João de Deus

Endereço: Rua Boaventura da Silva, 895

Unidade Hospital D. Luiz I

Endereço: Av. Generalíssimo Deodoro, 868
Contato: (91) 3215-4444
Redes Sociais: @beneficenteportuguesaoficial
Site: beneficenteportuguesa.com.br

Beneficente Portuguesa
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!