CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Rodrigo Santana exalta vitória heroica do Remo: 'Foi uma noite para ficar guardada na minha memória'

Treinador azulino também comentou polêmica do gol de pênalti invalidado e criticou logística: “Viajamos três dias para essa partida”

Luizinho Moura
fonte

A longa viagem do Remo para Caxias do Sul não foi em vão. O Remo volta para Belém com três pontos na mala após vencer o Caxias por 4 a 2 nesta segunda-feira (8), no estádio Centenário. Ao final da partida, o treinador Rodrigo Santana comemorou a vitória durante sua entrevista coletiva, mas lamentou o tempo de deslocamento para chegar até o local do jogo e comentou sobre o forte frio que atingiu a cidade gaúcha.

VEJA MAIS

image Revelado em projeto do Zico em Muaná, paraense comemora temporadas na Europa; vídeo
Rafael Viegas está há sete temporadas na Europa e falou das dificuldades que enfrentou até chegar futebol profissional

image Atacante ex-Remo e Paysandu vira 'atendente' de pizzaria e clube divulga vídeo; assista
Jogador passou pela dupla Re-Pa e não deixou saudades nos torcedores

“Muitos acreditam que o jogo se ganha apenas durante os 90 minutos. O Remo vem há três dias viajando pra essa partida. A logística, infelizmente, foi bastante difícil”, afirma Rodrigo, que também salienta o quanto atemperatura baixa prejudicou os azulinos: “essa mudança de clima também afeta bastante. E jogar contra esse adversário é muito difícil aqui, ainda mais num clima frio”, afirma.

Com todas as dificuldades dentro e fora de campo, Rodrigo teve o papel de motivador para que a equipe conquistasse uma grande vitória diante da equipe grená. De acordo com ele, o Caxias tinha um grande fator emocional para o jogo além de jogar em casa: este foi o primeiro jogo de Thiago Gomes ao comando do time gaúcho. Contudo, apesar de ter deixado o adversário controlar alguns momentos do jogo, o Leão conseguiu marcar quatro gols. Em um jogo que ficou paralisado por mais de 10 minutos devido a uma polêmica na cobrança de pênalti feita pelo Caxias, o time precisou ter a cabeça no lugar: 

“Eles (os jogadores) estão muito de parabéns. Porque eles se superaram, enfrentaram um adversário difícil, que se expôs muito ao ataque e conseguiu as chances que tiveram de concluir o gol. E no momento que teve que sofrer, souberam sofrer (...) Teve toda essa confusão e eu aproveitei o momento para ir de jogador em jogador. Falei, ‘ah, gente, vamos jogar’. Estamos fugindo das nossas características. Foi aí o momento que o adversário cresceu”, lembrou Rodrigo Santana, que logo depois comemorou a boa atuação do goleiro reserva Léo Lang, que entrou no lugar do lesionado Marcelo Rangel. 

O resultado coroou as cinco semanas do trabalho de Rodrigo pelo Remo, em uma vitória histórica, que vai ser lembrada no futuro com carinho pelo comandante. “Foi uma noite para ficar guardada na minha memória e acredito que na memória de muitos torcedores e de todos que estiveram aqui e presenciaram."

O Leão retorna a Belém e, logo depois, se prepara para mais um compromisso fora de casa. Desta vez, contra a Ferroviária, na próxima segunda-feira (15), no estádio da Fonte Luminosa em Araraquara-SP.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Remo
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM REMO

MAIS LIDAS EM ESPORTES