Com o primeiro caso de coronavírus no Pará, Remo e Paysandu pedem a paralisação do Parazão

Clubes entraram com um pedido junto à FPF

Fabio Will

As diretorias do Remo  e do Paysandu se uniram desde a manhã desta quinta-feira (19) para pedir a paralisação do Parazão 2020, após a confirmação do primeiro caso de coronavírus no Estado do Pará. Os clubes formalizaram um documento junto à FPF contra a realização das duas últimas rodadas da primeira fase.

Leão e Papão informam que as atividades dentro dos clubes estão suspensas por tempo indeterminado. Funções administrativas serão alteradas com trabalho em home office, enquanto que pessoas do grupo de risco foram liberadas de suas funções. Os clubes também pediram para que os torcedores ficassem em casa e seguissem as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em conversa com a equipe de OLiberal, os presidentes da dupla Re-Pa disseram que a medida foi importante para o bem de todos e que o cenário da doença no Pará mudou completamente. 

“Fui um dos defensores da sequência do campeonato, em cima do antigo cenário. Mas, a partir do momento em que aconteceu o aumento de casos suspeitos de 25 para 64 e confirmação de uma pessoa com o coronavírus, muitas coisas mudaram, inclusive o pensamento do Paysandu.  Os dois maiores clubes do Estado decidiram em conjunto formalizar a paralisação”, comentou, Ricardo Gluck Paul, presidente do Papão.

Já pelo lado azulino, Fábio Bentes completou: "Temos que preservar a integridade dos que fazem o Remo. O cenário agora é outro, temos um caso da doença e novos casos devem aparecer. Não podemos colocar em risco as pessoas que trabalham no clube e seus familiares", disse.

Remo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM ESPORTES