Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Fora de casa, Paysandu encara o lanterna do grupo A da Série C; só a vitória interessa

Papão precisa vencer para se manter entre os quatro primeiros

Nilson Cortinhas

Há um consenso entre qualquer observador de futebol: a classificação do Paysandu dependerá de uma vitória contra o lanterna e já rebaixado Imperatriz-MA.

O jogo, válido pela 15º rodada da Série C do Campeonato Brasileiro, será realizado nesta segunda-feira (16), a partir das 20h, no estádio Frei Epifânio. É essencial um triunfo bicolor. Não há o mínimo espaço para erros sob pena de comprometer a presença e permanência da equipe alviceleste no G4. 

Situação

Há vários fatores que trazem à sensação de favoritismo do Paysandu. Dois são principais. O primeiro confronto entre as equipes terminou 6 a 1 para o Papão. O segundo se apoia na campanha do Imperatriz, que teve 13 derrotas e apenas um empate. Com um retrospecto negativo, já está rebaixado matematicamente para à Série D do Brasileirão. 

Do lado bicolor, apesar da instabilidade, há uma certa crença de que o time reencontrou um caminho que o leve à competitividade. São quatro jogos sem derrota e a sequência o levou ao G4, precisamente, na quarta posição. 

Desfalques

O favoritismo só não é mais acentuado em função dos desfalques bicolores. O time jogará sem a dupla de zaga principal, sendo que estão suspensos Perema e Micael, além do lateral titular Bruno Collaço. Nos postos vagos, estão credenciados Wesley Matos, Carlão e Diego Matos. Existe apreensão com relação ao comportamento do miolo de zaga. Carlão fará a sua primeira partida com a camisa do Paysandu. João Brigatti, no entanto, fez questão de ressaltar que confia plenamente no atleta. "Ele é experiente, jogou na Europa", citou. 

Nas demais posição, o detalhe é uma alteração forçada no sistema de ataque. Vinícius Leite, principal articulador bicolor, não está mais no clube - atuará pelo Avaí-SC, na Série B do Campeonato Brasileiro. O seu substituto não foi definido de forma antecipada pela comissão técnica. Contudo, Feijão é o mais credenciado. 

Imperatriz 

O time, comandado por Charles Guerreiro, vive uma crise sem fim. Além dos resultados negativos em sequência, em geral, com goleadas, o clube lida com uma instabilidade administrativa enorme. Por pouco, o Imperatriz não opta pelo W.O, o que daria uma vitória bicolor por 3 a 0. Charles Guerreiro informou que a situação foi contornada, alguns contratos foram renovados e a equipe conseguiu, minimamente, preparar-se para o jogo da Série C. 

Na equipe titular, há o desfalque do goleiro Jairo, expulso na última rodada. Outro que está suspenso é o lateral-esquerdo Wesley. Charles Guerreiro também não contará com o meia Vinícius Machado, lesionado. Os substitutos são atletas oriundos da base, alguns atuarão improvisados.  

 

Ficha Técnica 

Imperatriz-MA:  Calchi; Tomais, Ramon, Douglas e Lorran; Adriano, Nonato, Judson e Cebolinha; Reginaldo Jr. e Blaise Loic. Treinador: Charles Guerreiro 

Paysandu: Paulo Ricardo, Tony, Carlão, Wesley Matos e Diego Matos; Anderson Uchôa, PH e Juninho; Nicolas, Feijão e Uilliam Barros. Treinador: João Brigatti

Local: Frei Epifânio

Horário: 20h

Árbitro: João Ennio Sobral (RJ)

Assistentes: Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ) e Rafael Gomes Rosa (RJ)

Quarto árbitro: Ranilton Oliveira de Sousa (MA)

Paysandu
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM PAYSANDU

MAIS LIDAS EM ESPORTES