Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Calistenia: com foco em força e flexibilidade, conheça o esporte que pode ser praticado em parques, praças e orlas

Prático e de baixo custo, a modalidade atinge todas as idades e também pode funcionar como método de preparação para atletas de outras modalidade

Dinei Souza

A prática de exercícios físicos, notadamente, é um importante instrumento na promoção da qualidade de vida para o auxílio e manutenção de um estilo de vida saudável. São várias as modalidades disponíveis para todo o tipo de objetivo e pessoa, com a finalidade de combater o sedentarismo e as patologias relacionadas à ausência de atividade física. Foi o que motivou Geybson Silva de Jesus, 26 anos, conhecido pelos colegas como “Jamaica”, a iniciar há três anos a prática da calistenia.

“Desde o dia que inaugurou esta praça e que vi essas barras, foi uma alegria para mim. Daí plantei uma semente no meu coração de criar um grupo ʽOs cara da Calisteniaʼ e ajudar a galera em busca de um projeto, pois aqui tem muitos sonhos que precisam ser realizados e faltam oportunidades”, desabafa. 

A calistenia tem origem na palavra grega kallistenés e tem significados relacionados à “bela força”, “cheio de vigor”. É uma modalidade de atividade física em que os exercícios são realizados com o próprio peso corporal. Destaca-se pela praticidade em poder ser realizado em qualquer lugar, inclusive em espaço públicos com as barras, que ficam principalmente em parques, praças e orlas. Uma ótima opção, inclusive, durante o verão dos paraenses, já que não necessita de equipamentos.

Jamaica destaca que nestes locais abertos existem muitos talentos que precisam ser encontrados e fala do sentimento de praticar a modalidade. “Fazer parte da calistenia hoje e estar com estes jovens treinando… fico muito feliz de ver todos aqui. É uma alegria muito grande e a calistenia é tudo na minha vida”, declara.

Calistenia

As principais características deste esporte estão nos trabalhos de força e resistência muscular. Ela pode não ser um fim, mas um meio para atletas de outras modalidades se prepararem. Isso porque a calistenia é considerada um tipo de treinamento com o uso do próprio corpo para aumentar a massa muscular, sem a necessidade de equipamentos de academia.

Pode-se conquistar também flexibilidade e mobilidade, tendo em vista que as técnicas da calistenia são incorporadas em algumas modalidades esportivas, como crossfit, treinamento funcional e ginástica, principalmente.

Um bom exemplo disso é o próprio caso de Jamaica, que também pratica o atletismo (200m rasos). “O preparo físico é o principal. A calistenia trabalhou o meu corpo totalmente, assim como eu vejo o corpo de muitos atletas aqui sendo transformados, a calistenia precisa ser reconhecida e somos apaixonados por ela”, declara.  

Apesar de seus benefícios, é necessário ter cuidado na execução dos exercícios, além de respeitar os próprios limites para evitar possíveis lesões. É necessário, antes de iniciar a prática de qualquer atividade, consultar um profissional de educação física.

Benefícios da calistenia

A calistenia pode ser praticada por qualquer pessoa desde que devidamente acompanhada por um profissional de educação física, pois possui diversos benefícios para a saúde, como, por exemplo:

  • Aumento da flexibilidade e da mobilidade articular;
  • Aumento da resistência e força muscular;
  • Maior consciência corporal;
  • Aumento da massa muscular;
  • Ativação do metabolismo;
  • Aumento do gasto energético e diminuição do percentual de gordura;
  • Desenvolvimento da coordenação motora;
  • Melhor equilíbrio corporal.

Alguns exercícios

Uma rotina de exercícios ajuda a trabalhar o corpo por completo, estimulando os músculos das pernas, abdômen, braços, costas e peito. É recomendado repetir a rotina até três vezes na semana para se obter resultados, sempre respeitando os limites de força, agilidade e flexibilidade.

  • Barra fixa: exercício que recruta os músculos da dorsal. É muito utilizado tanto nos parques como em academias.
  • Mergulho no banco: trabalha principalmente o tríceps, peitoral e deltoide posterior.
  • Flexão de braços: foca nos grupos musculares do peitoral, deltoide anterior e tríceps. Pode ser realizado no chão, declinada com as pernas em cima de uma base, ou a flexão de braços inclinada com as mãos apoiadas em uma base.
  • Barra paralela: é excelente para trabalhar a região do peitoral, deltoide e tríceps. O aparelho para realizar o exercício é facilmente encontrado em praças e academias.
  • Abdominal na barra: agarrando na barra com os braços esticados, puxar os joelhos para cima dobrando-os até tocar no peito ou até que fiquem em um ângulo de 90º. Uma forma de aumentar a dificuldade é manter as pernas retas e puxar para cima, sem dobrar os joelhos, até formar um ângulo de 90º com o bumbum.
Mais Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES