Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Reunião na CBF determina instalação de novas câmeras de VAR na Série B

Segundo apurou O Liberal, a ferramenta utilizada na Segundona não é a mesma da Série A

O Liberal

O uso do VAR na Série B foi discutido na reunião do Conselho Técnico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) nesta sexta-feira (17). Alguns clubes da competição apresentaram uma queixa em relação à qualidade da ferramenta usada nas partidas. Segundo apurou O Liberal, o VAR presente na Série B não é o mesmo utilizado na elite do futebol nacional.

Atualmente, o VAR da Segundona conta com cinco câmeras diferentes para que o árbitro possa revisar os lances; na Série A são sete. De acordo com os clubes, um número maior de imagens possibilitaria aos árbitros mais ângulos para analisar as decisões.

Por conta disso, ficou determinado que, a partir da próxima rodada, novas câmeras serão instaladas nos estádios. No entanto isso acarretaria um maior custo do VAR. A CBF, porém, disse que deve arcar com os prejuízos financeiros.

O VAR, inclusive, foi utilizado duas vezes na partida da última quinta-feira (16), entre Remo e Avaí, no Baenão. A primeira foi para checar um possível impedimento no gol azulino, de Victor Andrade. O segundo momento foi na marcação de um pênalti, que originou o gol do Avaí.

Público na Série B

O Congresso Técnico da CBF também autorizou o retorno de público aos estádios em partidas da Série B do Brasileirão. Para que a CBF liberasse o público nos estádios, era necessário que pelo menos 80% das cidades envolvidas na Série B estivessem aptas a receber público.

Ainda não há informações de quando a medida deve começar a valer. De qualquer forma, o primeiro jogo do Remo com torcida, em casa, será na sexta-feira, dia 24 de setembro, às 19h, contra o Náutico. 

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES