Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Eleições da FPF: Romano fala sobre possível reunião com Graciete; Gluck Paul nega

Ambos os candidatos aguardam uma decisão da FPF sobre o rumo das eleições para a escolha de um novo presidente.

Caio Maia

O candidato à presidência da Federação Paraense de Futebol (FPF) Paulo Romano informou que houve uma reunião nesta semana entre os advogados das chapas "Unir para Mudar" e "Futebol de Primeira" para debater o futuro das eleições na entidade. Em conversa com o Núcleo de Esportes de O Liberal, Romano disse que a reunião debateu um possível encontro entre os dois candidatos - ele e Ricardo Gluck Paul - e a presidente interina, Graciete Maués, para acelerar a escolha de um novo mandatário do futebol paraense. No entanto, Gluck Paul nega que a idea tenha sido debatida. 

Ambos os candidatos aguardam uma decisão da FPF sobre o rumo das eleições para a escolha de um novo presidente. No dia 9 de maio, a comissão eleitoral formada para conduzir o pleito pediu renúncia do cargo. Com isso, ainda não há data para que seja conhecido o novo comandante da Federação.

Em conversa com OLiberal.com, Romano disse que houve uma reunião prévia entre os advogados. Segundo ele, esse foi um "primeiro passo" dado pela chapa, que pretende levar o caso à Justiça.

"A gente tem achado um tanto estranha essa demora. Os impedimentos judiciais não se justificam mais. A gente acha que deveria ser formada outra comissão, já que a outra saiu", disse.

'Não creio em encontro com Graciete', diz Gluck Paul

Ao contrário do que disse Paulo Romano, o também candidato nas eleições, Ricardo Gluck Paul, informou que uma possível reunião com a presidente Graciete não foi sequer citada no encontro entre as chapas. Em contato com o Núcleo de Esportes de O Liberal, ele afirmou que a conversa ocorrida nesta semana foi de caráter político.

"Isso não foi sequer ventilado no encontro. Foi uma reunião política em que nossa chapa foi representada pelo André Cavalcante, advogado, mas que não estava lá com essa função. Além desta questão, os demais assuntos discutidos na conversa são privados", contou.

Questionado sobre uma possível reunião com a presidente Graciete, Gluck Paul disse "não acreditar" em uma solução por meio do diálogo. Segundo o candidato, o futuro das eleições será definido após uma decisão judicial.

"Acho que ela [Graciete] não tem condições nem interesse de tocar essas eleições, porque é inexplicável ela está há 150 dias no cargo e não realizar as eleições. Nós enviamos à FPF mais de 12 ofícios e nenhum foi respondido. Pedi reuniões, mas os assessores jurídicos não nos atenderam. Não vejo, portanto, sentido nenhum nessa reunião", finalizou. 

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES