Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Teletrabalho na administração pública será regulamentado pelo Governo Federal

Anúncio foi feito pelo presidente Jair Bolsonaro. Também será possível o trabalho a partir do exterior, mas apenas por tempo limitado e em “hipóteses restritas”.

O Liberal

Um decreto presidencial vai regulamentar o trabalho remoto na administração pública. Pelo documento, a possibilidade de trabalho remoto será integral ou parcial, observada a necessidade do funcionário estar disponível para chamadas telefônicas - inclusive para atender ao público externo - durante todo o expediente. A comprovação de frequência nesses casos passará a ser a entrega periódica de demandas. O anúncio foi feito pelo presidente Jair Bolsonaro e as informações divulgadas pela Agência Brasil.

VEJA MAIS

Novas regras de home office entram em vigor nesta segunda (28); entenda como vai funcionar
As novas regras passam a valer imediatamente; saiba o que muda no home offica

De acordo com o Governo, a mudança está prevista nas normas publicadas pela Secretaria-Geral da Presidência da República que instituem o Programa de Gestão de Desempenho para Pessoal Civil da Administração com trabalho presencial ou remoto.

Também será possível o trabalho a partir do exterior, mas apenas por tempo limitado e em “hipóteses restritas”. O documento não detalha como a nova norma será implementada.

“Essa substituição tem foco na administração voltada para resultados e busca maior transparência em relação às atividades desenvolvidas pela administração pública e seus agentes”, diz o comunicado da Secretaria-Geral.

De acordo com o governo federal, a medida terá impactos sobre a produtividade do funcionalismo público, já que institui um modelo de trabalho “voltado para resultados e incremento de eficiência.”

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA