Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Leila Pinheiro canta Gonzaguinha em live neste sábado, 1

'Explode Coração', 'Começaria Tudo Outra Vez', 'Grito de Alerta', 'Espere Por Mim, Morena' e 'De Volta ao Começo' estão no repertório do show. A transmissão é gratuita, pelo Youtube, mas o público pode adquirir ingresso solidário pelo Sympla.

Redação Integrada

Leila Pinheiro interpreta as canções apaixonantes de Gonzaguinha na live “Leila Canta Gonzaguinha”, neste sábado, 1º de maio. A intérprete, compositora e pianista paraense completou 40 anos de carreira, recentemente. O show terá transmissão ao vivo pelo canal oficial da artista no Youtube, a partir das 21 horas. A live é aberta com a possibilidade de aquisição de ingresso voluntário pelo site Sympla.

A intérprete paraense que tornou-se um dos grandes nomes da música popular brasileira reside no Rio de Janeiro há 40 anos. Ela vem trabalhando muito durante a pandemia pela Covid-19 e mantém uma rotina mensal de lives desde abril de 2020, ano em que também lançou quatro novos álbuns e uma série. Além disso, Leila está realizando lives contratadas para grupos fechados, todas as terças-feiras, nas quais interage com os fãs atendendo a pedidos de música.

Esta não será a primeira vez que Leila Pinheiro homenageará Gonzaguinha. No ano 2000, ela gravou o CD “Reencontro”, dedicado às composições do filho do Rei do Baião e também de Ivan Lins. Agora, 30 anos após a partida de Gonzaguinha, Leila propõe um encontro intimista ao piano, em live cantando e tocando a valiosa obra de Gonzaguinha que se mantém viva na memória afetiva dos brasileiros.

"Gonzaguinha foi fundamental na minha formação musical. Um artista genial, guerreiro incansável que se foi muito cedo, mas nos deixou uma grandiosa obra,  Mais do que nunca, especialmente nesses 30 anos de sua partida, é imprescindível reverenciá-lo e cantar suas canções para sempre fortes, vivas e atuais.  É o que pretendo com a live de hoje, para a qual convido todos os paraenses, meus conterrâneos queridos, a participarem e prestigiarem", declarou Leila com exclusividade para O Liberal.com.

O repertório da live terá clássicos como “Explode Coração”, “Começaria Tudo Outra Vez”, “Grito de Alerta”, “Espere Por Mim, Morena”, “Diga Lá”, “Coração” e “De Volta ao Começo”, entre outras canções do chamado “lado B” de Gonzaguinha.

Na live deste sábado, os internautas que desejarem adquirir o ingresso solidário poderão optar pelos seguintes valores: R$25, R$ 50, R$ 100, R$ 200, R$ 300 ou R$ 500, que poderão ser pagos com cartão de crédito ou boleto bancário por meio do site www.sympla.com.br.

Trajetória e lançamentos

Ao longo da carreira iniciada em 1980, Leila Pinheiro lançou o total de 23 álbuns e três DVDs. O aniversário de 40 anos de carreira, transcorrido em outubro de 2020, foi celebrado com muito trabalho. Somente ao longo do ano passado ela lançou quatro álbuns: “Vamos Partir Pro Mundo”, parceria de Leila com Antonio Adolfo, pelo Deck Disc; ”Cazuza em Bossa”, pela Som Livre; “ “Cenas de um amor”, fruto da parceria dela com o grupo instrumental Seis Com Casca, pela Azul Music; e o mais recente “Melhor que seja Rara”, pela Joia Moderna e Tacacá Music.

Em entrevista concedida ao jornal O Liberal, em outubro passado, Leila contou: “A pandemia e todos os seus tristes desdobramentos nos impôs uma rotina de reclusão e, por eu ter um estúdio de gravação em casa, a maior parte do tempo passo aqui, criando, recriando, retomando projetos gravados há anos e que esperavam a hora pra ganharem o mundo”, disse.

O mais recente desses novos lançamentos foi “Melhor que seja Rara”, que Leila gravou voz e piano, foi resultado da parceria com o DJ Zé Pedro, com quem vinha selecionando um repertório especial. “Este álbum solo é a reunião destas canções, acrescidas de músicas que conheci recentemente, como a que dá nome ao álbum, parceria de Guilherme Rondon com Zélia Duncan. ‘Amplidão’, de Chico Cesar, que me chegou através de uma fã, Nathália Barros, me apaixonei pela música e gravei. ‘Talvez’, de Cezar Mendes e Tom Veloso, eu já conhecia há alguns anos. Este álbum solo então, retrata vários momentos meus ao piano no decorrer destes quase 20 anos de amizade e música com Zé Pedro”, descreveu.

Websérie

A trajetória de Leila Pinheiro na música é tema da websérie “A Construção do Artista”, que, em 17 episódios, conta os principais momentos da carreira dessa artista paraense.  Leila começou a estudar piano aos dez anos de idade e, aos 20 anos, trocou a Faculdade de Medicina pelo palco em 31 de outubro de 1980, quando estreou o primeiro show no Theatro da Paz, em Belém, intitulado “Sinal de Partida”.

Seis meses depois, ela se mudou para o Rio de Janeiro, onde trilhou carreira atingindo a projeção nacional em 1985, quando venceu o prêmio de cantora-revelação no Festival dos Festivais, da TV Globo, no Maracanãzinho. Ela encantou o público de 20 mil pessoas cantando o samba “Verde” (Eduardo Gudin e José Carlos Costa Neto), que tornou-se o primeiro sucesso dela no rádio. Naquela época, ela já havia lançado o primeiro disco de forma independente em 1983, que levou o nome da artista. Em 1986, Leila lançou o primeiro álbum por um grande selo, Polygram: “Olho Nu”.

A websérie evidencia, ainda sobre o início da carreira, o questionamento inquietante do produtor e pianista paraense Guilherme Coutinho, que produziu o primeiro show dela: “Até quando você vai insistir nessa ideia de ser médica?”. A websérie conta também como foi a mudança para o Rio de Janeiro, as primeiras experiências em estúdio, o vinil independente produzido por Raymundo Bittencourt com a presença de Tom Jobim, Ivan Lins, João Donato, Francis Hime e Toninho Horta, a estreia no festival, a rotina de shows.  “A música não é só a ‘uma hora e quinze minutos’ que a gente tá no palco; aquela ‘uma hora e quinze’ vai depender do tempo que você gasta fora dali.” A websérie está disponível para aquisição no site www.aconstrucaodoartista.com.

 

Música
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MÚSICA

MAIS LIDAS EM CULTURA