Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Cobra Venenosa lança LP "Nova Era" no dia do carimbó

E para comemorar o lançamento e a data comemorativa, o grupo vai se apresentar, nesta sexta (26), a partir das 20h, no Espaço Cultural Coisas de Negro

O Liberal

O grupo Cobra Venenosa escolheu o dia municipal do carimbó, 26 de agosto, para lançar o primeiro LP da carreira, "Nova Era", as músicas estão disponíveis nas principais plataformas digitais. E para comemorar o lançamento e a data comemorativa, o grupo vai se apresentar, nesta sexta (26), a partir das 20h, no Espaço Cultural Coisas de Negro, em Icoaraci.

O show contará com as participações especiais dos mestres de Icoaraci, Nego Ray, Lourival Igarapé, Mestre Jaci, Thomaz Cruz, Ney Lima e Mestra Nazaré Do Ó, além de discotecagem da DJ Carol Pabiq Ananindeusa Afro-Ameríndia, VJ Clever dos Santos, Feira Criativa & Brechó. A entrada será baseada em contribuição consciente, com lista antecipada gratuita para as pessoas de baixa renda e bilheteria antecipada via Pix a R$ 10,00.  
O novo trabalho conta com as faixas “Feminista e ponto” e “Eu venho de longe”. E o grupo contou com uma equipe técnica que atuou de forma totalmente voluntária, sem receber qualquer valor de cachê.

Priscila Duque, integrante do Cobra Venenosa, anuncia que ser mulher livre é pecado, “estamos com o pecado nas mãos e vamos vibrar tambores, balançar maracas, rodopiar nas giras, e entregar essa maçã suculenta a todas as mulheres, a ‘todes corpas’ e corpos que querem transbordar. Também é um anúncio de que nosso chão sagrado e ancestral, a Amazônia, é território de coragem e luta contra todos opressores e sanguinários que insistem em nos violar desde as raízes até as mentes”, revela a artista. 

“Nova Era” foi gravado e masterizado em 2019, prensado em pequena tiragem na Vinil Brasil, sob encomenda de Michel Placido, produtor cultural e advogado, residente em São Paulo (SP), que está lançando o selo independente LP-SP, e conheceu o trabalho do grupo pelas redes sociais.

“Carimbó nunca foi apenas música. Carimbó é resistência, amor, poesia, vida, coletividade, reinvenção, força, ancestralidade, respeito à natureza. É ar fluido que oxigena a liberdade. É maré que balança as águas. Carimbó é encontro. Carimbó é nosso anúncio de uma nova era. Aquela que não vamos esperar chegar, mas sim, a que estamos fazendo acontecer”, acrescenta a artista.

O Carimbó Cobra Venenosa, possui seis anos de atuação, um CD com 13 faixas gravado em 2018 e lançado em 2019. Já realizou turnês independentes e shows fora do estado (Amazonas, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Bahia), também alcançou repercussão nacional e internacional com trabalhos envolvendo carimbó e audiovisual, exibidos em três continentes e em várias regiões do país, ganhando inclusive menção honrosa no 29° Festival Mix Brasil (2021), o maior da diversidade na América Latina. Também gravou show para ser exibido como atração na I Jornada Decolonial Internacional (2022) que aconteceu na Alemanha e em outros países da Europa e nos estados do Pará e Maranhão, no Brasil.

SERVIÇO
Show Carimbó Cobra Venenosa e convidados
Local: Espaço Cultural Coisas de Negro (Icoaraci)
Sexta (26), a partir das 20h.
Bilheteria consciente
(lista amiga free para baixa renda, ingressos antecipados R$ 10,00; na hora R$ 15,00

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA