Após eliminação de Hadson, Felipe reclama de 'panelinha de mulher'

'Se elas querem direitos iguais, elas não podem votar por ser mulher ou homem', afirmou

Agência Estado

Com quase 80% dos votos, Hadson foi eliminado da edição do Big Brother Brasil deste ano. Na noite desta terça-feira, 11, ele pediu ao público uma chance para os homens da casa. O ex-jogador enfrentou o paredão com Felipe, companheiro de reality.

"Vou pedir uma coisa para vocês. Deem uma chance para esses meninos. Eles são moleques bons. Mais um pedido: aproveitem tudo! Eu estava grato o tempo todo, mesmo com problemas e tudo, isso aqui é surreal", afirmou Hadson, abraçando Felipe e Lucas, amigos de programa.

A novidade do BBB este ano é a convocação de pessoas conhecidas do grande público e anônimos. Hadson Nery não era muito conhecido até ser anunciado no reality da Globo - tanto é que esteve no grupo Pipoca, ao lado de "anônimos", e não no grupo Camarote.

No dia 20 de janeiro, voltaram à tona processos na Justiça pelos quais Hadson foi enquadrado na Lei Maria da Penha por causa de agressões contra sua ex-mulher.

Ao sobreviver ao paredão contra Hadson, Felipe disse que as mulheres estão excluindo os homens da casa de maneira injusta. "A única coisa que me preocupa é que as meninas estão fazendo panelinha de mulher. Se elas querem direitos iguais, elas não podem votar por ser mulher ou homem. Por isso, admiro a Bianca. Ela falou de mim, mas veio conversar", alfinetou o participante.

Lucas alimentou o discurso de Felipe: "quer igualdade ou exclusividade? Aí que está o problema delas. Mas não adianta falar disso também mais", reclamou.

Big Brother Brasil 2020
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA