Amazônia DOC divulga lista dos 30 selecionados para as mostras competitivas

Programação acontecerá do dia 30 de maio ao dia 7 de junho em Belém

A comissão de curadores do Amazônia DOC - Festival Pan-Amazônico de Cinema 2019 divulgou na última segunda-feira, dia 22, a relação dos filmes selecionados para as mostras competitivas. Foram 350 filmes inscritos para exibição nas mostra “Pan-Amazônia” e “Amazônia Legal”, com realizadores do Brasil, Colômbia, Peru, Equador e Bolívia. O evento, que ocorrerá de 30 de maio a 7 de junho, em Belém.

A programação do festival terá, além das mostras competitivas, bate-papos e oficinas, a Mostra Retrospectiva Amazônia DOC reunindo produções das quatro edições anteriores, e um Seminário de Crítica, que vai ocorrer de 23 a 29 de maio. A grande novidade é a homenagem para a professora e pesquisadora Luzia Miranda Alvarez, pela sua inestimável colaboração ao cinema paraense.

A exibição da Mostra Competitiva ocorrerá no Cine Líbero Luxardo, da Fundação Cultural do Pará (FCP), e já estão confirmadas a vinda da diretora Susanna Lira, vencedora do prêmio de “melhor documentário” no Festival do Rio em 2018 com o longa “Torre das Donzelas” - nome de uma penitenciária feminina. Foram entrevistadas mulheres que lá ficaram presas, entre elas a ex-presidente Dilma Roussef, no período da ditadura militar. llda Santiago, diretora do Festival do Rio, também é nome confirmado e atua como presidente do Júri Oficial desta quinta edição do evento, que será composto por mulheres, críticas, cineastas e produtoras. Em breve serão divulgados todos os nomes do Júri Oficial.

A comissão que selecionou as obras para a edição deste ano foi formada por Manoel Leite, Zienhe Castro, Felipe Pamplona, Marco Antônio Moreira e Carol Abreu. De acordo com o produtor executivo e curador do festival, Manoel Leite, os critérios de escolha foram baseados na qualidade técnica, relevância no tema, contribuição para a representatividade da produção da e sobre a Amazônia e inovação/originalidade na linguagem. “Mas é bom lembrar que isso são norteamentos, não imposições. Há sempre espaço para o reconhecimento da subjetividade, por isso durante esse processo de seleção foram muito importantes as reuniões entre os curadores, os debates, as trocas de opiniões. Recebemos filmes de norte a sul do país e de quase todos os países da Pan-Amazônia”, explica.

O Festival Amazônia DOC é uma realização da Secretaria do Audiovisual e Secretaria Especial da Cultura, do Ministério da Cidadania, com produção da Z Filmes e Instituto de Cultura da Amazônia (Culta), com co-realização da Secretaria de Estado de Cultura do Pará (Secult-PA).

Confira os filmes selecionados:

Longas Metragens

Huahua |Equador | 70 min | Direção: Jose Espinosa Anguaya
Não sei qual cidade se passa aos olhos dele | Brasil | 74 min | Direção: Thaís Inácio e João Mendonça
Rosa Venus | Brasil | 75 min | Direção: Marcela Morê
Lar | Brasil | 70 min | Direção: Lara Dutra
Relatos do front | Brasil | 95 min | Direção: Renato Martins
Fios de alta tensão | Brasil | 78 min | Direção: Sergio Gag
Mamirauá | Brasil | 90 min | Direção: Silvio Da-Rin
Sotaque do Olhar | Brasil | 74 min | Direção Mykaela Plotkin
Idade da água | Brasil | 82 min | Direção: Orlando Senna
Fio da Meada | Brasil | 80 min | Direção: Silvio Tendler

Médias e Curtas Metragens

En el murmullo del viento | Bolívia | 61 min | Direção: Nina Wara Carrasco
Amahuaca siempre | Peru | 64 min | Direção: Fernendo Valdivia
Saakhelu Kiwe Kame | Colômbia | 25 min | Direção: Mateo Leguizamón Russi
Vidas cinzas | Brasil | 15 min | Direção: Leonardo Martinelli
Lembra | Brasil | 10 min | Direção: Leonardo Martinelli
Beat é protesto! O funk pela ótica feminina | Brasil | 23 min | Direção: Mayara Efe
Terra fértil em maré cheia | Brasil | 23 min | Direção: Karen Furbino
Bellatrix | Brasil | 53 min | Direção: Lucas Costanzi
O malabarista | Brasil | 11 min | Direção: Iuri Moreno
Hoje teci imagens que me habitam há muito tempo | Brasil | 16 min | Direção: Nilo Rivas
Negrum3 | Brasil | 23 min | Direção: Diego Paulino
Léguas a nos separar | Pará | 24 min | Direção: Vitor Souza Lima
Chamando os ventos: Por uma cartografia dos assobios | Pará | 14 min | Direção: Marcelo Rodrigues
Camarada Alfredo | Pará | 22 min | Direção: Marco André
Marajó das Letras – Os abridores de letras da Amazônia marajoara | Pará | 30 min | Direção: Fernanda Martins e Marcelo Rodrigues
Majur | Mato Grosso | 20 min | Direção: Rafael Irineu
Noite suja | Pará | 37 min | Direção: Allyster Fagundes
Bimi Shu Ykaya | Acre | 52 min | Direção: Yube Huni Kuin, Siã Huni Kuin e Isaka Huni Kuin
Empate | Acre | 90 min | Direção: Sérgio de Carvalho
Amazônia Ocupada | Pará | 70 min | Direção: Priscilla Brasil

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!