CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Vice-governadora diz que COP-30 em Belém deixará um legado de consciência ambiental

Hana Ghassam destacou que além do legado de consciência ambiental, a COP-30 deixará melhorias para a população com as obras que serão entregues

Mariana Azevedo
fonte

Para a vice-governadora do Pará, Hana Ghassan, a realização da Conferência do Clima da ONU, a COP-30, em Belém, deixará um legado de consciência ambiental. "Quase 600 mil jovens do estado vão ter aulas de educação ambiental", disse em entrevista ao Grupo Liberal, nesta quarta-feira (13).

Ela esteve recentemente na COP 28, realizada em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, e segundo ela, ter participado dos bastidores do evento foi importante para definir a logística da COP 30, que será sediada na capital paraense em 2025.

"A gente pôde aprender como funciona e também entender ao que precisamos dar mais atenção para podermos realizar uma grande COP aqui. Reafirmamos, somos capazes de receber este evento aqui na nossa capital", disse. 

Sobre o local a ser destinado para a programação da COP 30 na capital, a vice-governadora garantiu que existe um espaço adequado que obedece ao regulamento da ONU, e que o governo está trabalhando em uma obra urbanística no Parque da Cidade. "As COP's normalmente funcionam com estruturas temporárias, nós vamos integrar essas estruturas ao Hangar e preparar um grande espaço para receber nossos visitantes. A COP 30 vai unir o Hangar e o Parque da Cidade", explicou. 

Hana ressaltou que, além de deixar um legado de consciência ambiental, a COP 30 deixará melhorias para a população com as obras que serão entregues e que vão beneficiar a capital paraense, como o Porto do Futuro e o Parque da Cidade. 

"Temos obras de mobilidade que vão ajudar na questão do transporte, temos melhorias na conectividade no nosso estado, temos também um legado que não é material, mas imaterial, que, como o fortalecimento de toda cadeia de turismo no nosso estado. O turismo na próxima década será o maior gerador de emprego do mundo, e nós queremos que uma fatia desse turismo seja aqui no estado do Pará. Então temos um legado material, que são as obras e temos um legado imaterial, que é incluir o Pará na rota do turismo", falou.

VEJA MAIS 

image Belém é oficialmente declarada pela ONU em DUBAI como sede da Conferência do Clima, a COP 30
Comitiva de deputados estaduais paraense e brasileira participou da Conferência de Mudança do Clima, a COP 28

image Lula destina R$ 3 bilhões para o Pará melhorar estrutura de Belém para a COP 30
Presidente afirma que longo de 2023 foram concedidos empréstimos a estados emunicípios totalizando R$ 56,4 bilhões

image Helder comenta anúncio oficial da COP-30 em Belém 'será a COP da nossa gente'
O governador destacou que a COP em Belém será "a COP da floresta, na natureza, a COP da nossa gente".

Por se tratar de um grande evento, a COP 30 vai atrair visitantes do mundo inteiro para a capital paraense. Recentemente, o Governo do Estado firmou uma parceria com o Airbnb, que é um tipo de hospedagem que já funciona no mundo todo, inclusive em Belém, para ampliar a capacidade de hospedagem na Região Metropolitana de Belém.

"Teremos o apoio da plataforma para qualificar os condomínios e também divulgar o nosso estado. Além disso, temos outras soluções de ampliação da rede hoteleira, como o retrofit hoteleiro (projetos que agregam valor ao estabelecimento por meio de melhorias no espaço). Temos vários quartos de hotéis que estão fechados e para readequar essas acomodações estamos trabalhando juntamente com a iniciativa privada. Temos também as acomodações temporárias, utilizadas para hospedar um público durante o período do evento, e ainda contamos com as escolas e os navios, que podem ser usados como acomodações. Com isso, além de ampliarmos o número de leitos, vamos deixar um legado para cidade, que pode se tornar rota dos grandes cruzeiros para o turismo ecológico."

Outra questão importante é a segurança pública. A partir da implantação das Usinas da Paz, o Governo do Pará tem procurado investir em um modelo de segurança aliado à cidadania que tem como principal exemplo o projeto "Territórios da Paz". "Investimos muito nesses últimos anos em segurança pública, tanto na questão do fortalecimento das polícias, com a aquisição de equipamentos, aumento do efetivo e capacitação", destacou a vice-governadora.

"Não se faz segurança só com repressão e força policial, mas, com inclusão. E por meio do 'Territórios da Paz' os jovens do Pará podem contar com um espaço onde mais de 70 serviços são prestados gratuitamente para a população", completou. 

Creches por todo Pará

Outro programa que já está sendo implantado é o "Creches por todo Pará", que tem o objetivo de garantir que mães possam deixar seus filhos em um local seguro, e assim, assegurar sua permanência no mercado de trabalho. "Nós queremos construir e entregar uma creche em cada município do Pará. Essas unidades terão capacidade para receber até 250 crianças e contarão com equipes de profissionais preparados para iniciar o aprendizado infantil", finalizou Hana Ghassam.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
COP 30
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!