Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

REPÓRTER 70

twitter.com/reporter_70

Mais tradicional coluna do jornalismo paraense. Aborda temas do cotidiano com atenção especial à economia e aos bastidores da política do Pará e do Brasil.

Xuxa Meneghel recebe a 1ª dose e defende vacina para todos

Repórter 70

Novos tempos
Debutantes da capital paraense se preparam para o tradicional baile de 15 anos. Tudo no formato virtual, pelas redes sociais

Cerimonial moderno
Casamentos no formato on-line ganham espaço em Belém, com lives para que os convidados possam acompanhar a cerimônia

 

Xuxa Meneghel (J. Bosco)

"Vacina sim e para todos”.

XUXA MENEGHEL, ao tomar a primeira dose da vacina contra a covid-19 nesta sexta-feira (4), na quadra da escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel, no Rio. A apresentadora foi aplaudida pelos presentes e falou sobre a emoção de receber o imunizante. “Felicidade e dever cumprido comigo e com as pessoas que eu gosto”.

ELEIÇÕES

SEGURANÇA
A disputa pela Presidência da República não é a única a movimentar, neste momento, os bastidores políticos do País. No Pará, as forças partidárias começam a analisar cenários e a trabalhar na construção de alianças com vistas a 2022. O governador Helder Barbalho (MDB) é candidatíssimo à reeleição e mantém uma rotina intensa de viagens pelo interior e de conversas com lideranças das mais variadas colorações ideológicas. Na semana passada, Helder conquistou apoio de parte do DEM, partido de seu adversário em 2018, o ex-presidente da Assembleia Legislativa do Pará, Márcio Miranda, que nas redes sociais se posicionou contra a adesão. Como cartão de visitas da campanha, Helder aposta nos dados da segurança pública. Os indicadores atuais favorecem a atual gestão.

SAÚDE
Na outra ponta, o ex-governador Simão Jatene (PSDB) segue conversando com lideranças da capital e do interior. Ele não descarta ser candidato ao governo. Assim como Helder tem na segurança seu ponto forte, Jatene aposta na saúde, por conta do legado de 18 hospitais erguidos durante o tempo em que esteve à frente da gestão estadual, em Belém e no interior do Estado, para reconquistar os eleitores. Os hospitais regionais têm sido apontados como fundamentais neste tempo de pandemia e aliados do ex-governador reforçam que a população reconhece que, sem os regionais, o Estado teria enfrentado caos bem maior durante os picos da pandemia da covid-19.
 
BOLSONARO
Quem também está se preparando para entrar em campo na disputa ao governo do Estado é o senador Zequinha Marinho (PSC), que seria o palanque preferencial do presidente Jair Bolsonaro no Pará, se apresentando como legítimo candidato da direita conservadora no Pará

BASTIDORES
Nos bastidores, a expectativa é que, depois do bom desempenho na disputa pela prefeitura de Belém, o delegado Everaldo Eguchi (agora no PSL) faça parte da chapa de Marinho, disputando vaga ao Senado. O ex-presidente Luiz Inácio Lula apoiaria Helder e este daria palanque ao candidato petista no Estado; enquanto Jatene apoiaria um presidenciável da chamada terceira via, se esta for, de fato, viabilizada.

DIFICULDADE
Candidatos que pretendem disputar cadeiras na Câmara Federal e nas Assembleias Legislativas já estão perdendo o sono com a regra que proíbe as coligações.

COEFICIENTE
Na prática, significa que cada legenda terá que conseguir sozinha o coeficiente eleitoral, ou seja, o número mínimo de votos para conquistar uma cadeira. No Pará, esse número deve beirar os 200 mil votos, no caso de deputado federal. Na Câmara, já há pressão para que a regra seja alterada até outubro deste ano. Por via das dúvidas, a disputa dos partidos menores por puxadores de votos se acirrou

ANANINDEUA REVISTA
O Grupo Liberal lança, ainda neste semestre, um veículo de comunicação voltado especialmente para os leitores de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém. Será uma revista semanal com reportagens sobre problemas e soluções do cotidiano da cidade, histórias inspiradoras, dados de economia, esporte, cultura e empreendedorismo. O veículo, batizado de “Ananindeua em Revista”, tem equipe própria e já está em fase final de produção.

VACINAS

Planejamento
A prefeitura de Belém depende do repasse, pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), de novas doses de vacina contra a covid-19 para definir o calendário de imunização nesta semana. Na quinta-feira o Pará recebeu mais 215.750 doses e deve fazer a distribuição nas próximas horas. Na Sespa, as informações são de que ainda está sendo elaborado um “novo planejamento” de distribuição para os Centros Regionais de Saúde, sendo que a Região Metropolitana de Belém é atendida pelo 1º Centro Regional. Enquanto isso, a aprovação, pela Anvisa, da importação da vacina Sputnik animou os gestores municipais. O prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, vice-presidente do Consórcio das Cidades Brasileiras, informou que ainda nesta semana o grupo que concentra mais de 2 mil municípios fará uma reunião para tratar dos passos necessários para a compra do imunizante produzido na Rússia.

EM POUCAS LINHAS

  • Apesar da pandemia, a Universidade Federal do Pará formou, no ano passado, 2 mil novos profissionais. 
  • No mesmo período, foram desenvolvidos 3.112 projetos de pesquisa. 
  • A universidade divulgou ainda que seus projetos de extensão, ou seja, voltados para a comunidade, atenderam mais de 135 mil pessoas. Dessas, 100 mil receberam algum tipo de atendimento contra a covid-19. 
  • No combate ao novo coronavírus, a UFPA fez mais de sete mil testes de covid-19, produziu álcool líquido e álcool em gel, máscaras e face shields. 
  • Em todo o País, as universidades federais diplomaram mais de 50 mil estudantes na graduação, em 2020.
  • Os dados são do Colégio de Gestores de Comunicação das Universidades Federais, órgão ligado à Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior. 
  • Essas informações têm sido usadas para rebater argumentos favoráveis ao corte de verbas nas universidades que partem equivocadamente da ideia de que as instituições teriam paralisado as atividades na pandemia.
  • A tecnologia está facilitando a participação popular na elaboração dos Planos Plurianuais e nas Leis de Diretrizes Orçamentárias de Estado e Municípios. 
  • O governo do Pará, por exemplo, vai realizar, de 7 a 10 de junho, consulta virtual, audiências públicas de revisão do Plano Plurianual e da Lei Orçamentária.
  • Durante as audiências serão apresentados os projetos para cada região em áreas como saúde, segurança, educação, meio ambiente. 
  • Já a prefeitura de Belém começou, em Mosqueiro, a série de plenárias do programa de participação popular batizado de “Tá Selado!”. 
  • O primeiro encontro reuniu moradores dos bairros do Aeroporto, Maracajá, Praia Grande, Porto Arthur e Vila. As plenárias seguem amanhã. 
  • O Tribunal de Justiça do Pará convocou 67 candidatos aprovados em seu último concurso público. 
  • Os candidatos serão lotados na capital e em outras 54 Comarcas do Estado.
Repórter 70
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!